25 março 2010

Te perdi tentando ganhar o mundo

Me perdi
Eu me perdi de ti
Tentando me entender
Tentando não me perder
Eu te perdi na ilusão de ganhar o mundo
Eu perdi tudo
Porque tudo o que eu tinha matei
Matei você dentro de mim

Agora tento fracassadamente te ressuscitar

Por favor, eu preciso sentir sua respiração
Preciso saber que teu coração bate dentro de mim
Preciso acreditar em ti
Eu te matei por medo de te viver pra sempre
O pra sempre machuca
É pesado demais

Me disseram tantas coisas de ti

Me criaram ilusões
Impossibilidades
Eu criei teorias fundadas no meu medo
Teorias que não foram totalmente fracassadas
Pois elas te mataram em mim
E hoje eu lamento o que me tornei

Contigo eu era forte

Eu não temia mal algum
Agora mal consigo andar
Me equilibrar nas próprias pernas
Não consigo enxergar o raio que corta a escuridão
Eu só vejo a noite cobrir o meu acreditar

Eu preciso te ouvir

Eu preciso te sentir como antes sentia
Eu preciso crer em você
Ter a certeza que você me vê
Só preciso que meu coração se aqueça
Minha alma se eleve num momento de fé
E que eu consiga te enxergar como antes

(Erica Ferro)



P.s: Não entenderão esse post, eu acho. É apenas um desabafo, nada mais que isso.
Um abraço, blogueiros.
P.s²: os P.s's têm sido breves, não é? Ando meio simplificada.

25 comentários:

  1. não acho que o post seja dificil de compreender, acho o título diz tudo, só resta como vc avaliar o agora, se acha que o passou, influenciou positiva ou negativamente no seu presente. e além do mais, seja qual o resultado, bola frente minha filha que ainda muito jogo. ^^

    beijos te cuida :*

    ResponderExcluir
  2. acredite
    dê uma chance...

    eu entendo bem

    ResponderExcluir
  3. Erica, ameiiiiiiii o texto!!!

    Cheio de sentimentos doces e ternos!!!!


    Tenha um lindo final de semana!!

    beijocas

    ResponderExcluir
  4. Wow!!!
    Já disse e repeti várias vezes que amo tuas poesias...
    Agora...
    Apesar de não ser tão incompreensível...
    Me fez lembrar tempos passados...
    Esse seu poema tocou fundo...

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Um dos textos mais lindos que eu já li aqui, envolvente demais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Bom, novamente sem comentários em relação ao seu poema, está ótimo como sempre, mas interpretei ele como se vc estivesse passando por uma desilusão amorosa, espero ter interpretado corretamente. Um grande abraço Érica. Do seu amigo blogueiro Juliano.

    ResponderExcluir
  7. Eu entendi de um jeito, cada pessoa vai interpreta-lo de uma maneira, e é assim que tem que ser.
    Acredito que a gente acaba perdendo alguem quando tem medo de perder, contraditório mais real. Temos que cuidar para que o amor não mate por sufocamento.

    ResponderExcluir
  8. Ilusão = falsa percepção de um objeto....

    é bom se desiludir... e descobrir o que verdadeiramente é real!

    Bom fds!

    bj

    ResponderExcluir
  9. e vivam os desabafos!!

    que tanto nos sufocam :)

    bj teresa

    ResponderExcluir
  10. imaginando um pouco uma situação (e uma situação meio triste, diga-se de passagem), dá pra entender sim..
    desabafos são isso mesmo né, sai o que vem do coração e pronto!

    bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  11. Esse poema é perfeito, sério fala tudo q estava acontecendo comigo, mais antes de matar o meu amor dentro de mim eu percebi que estava cometendo um erro, eu tb queria o mundo e q se foda o resto, mais percebi que fazendo isso eu perderia meu amor pra sempre, e seria infeliz , também estaria na msm situação descrita tentando trazer-lo de volta, e com certeza seria em vão.
    Amo seus poemas, parabéns , eu sempre me identifico com eles

    ResponderExcluir
  12. Lindo,eu entendi perfeitamente o texto e até compartilho da msm opinião q vc em alguns momentos,jah pensei coisas parecidas com alguns versos.Você não precisará ressuscitá-lo,o verdadeiro amor nunca morre,por maiores tentativas q sejam feitas,ele apenas adormece!

    Beijosssss!!!
    Fica bem,como diz a velha frase:o q é p/ ser,vai ser! ; ]

    ResponderExcluir
  13. São tantas dores que passamos não?
    As dores do amor, as dores do não-amor, as dores do arrependimento, as dores do irremediável...

    O bom é que passa. Até uva passa!

    ResponderExcluir
  14. Ferro, nós estamos no mesmo barco... Teremos a mesma sorte?

    Ótimo!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. eu nunca vi nos outros uma fortaleza...
    eu sou e construo minha fortaleza... se eu me der de mais para alguém, eu sei que estou me perdendo... e não há nada pior!
    :S

    pelo menos no ponto critico de relacionamentos ao qual eu cheguei e vivi, ou melhor sobrevivi...
    acho que reservei p mim todos os piores, mas o melhor está por vim, penso eu!

    ResponderExcluir
  16. Lindo, lindo...

    Também preciso sentir coisasque só sentia antes...

    Ai como ficar longe desse blog me faz mal!!!!!!

    Te Adoro, Menina!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  17. Lindo! Atualmente eu venho desafabando por meio de versos também, e não pretendo que ninguém me entenda, porque vem tudo do coração, e nem eu compreendo direito haha.
    Me ensina como faz pra bloquear que copiem meu textos?! Bjs.

    ResponderExcluir
  18. É, Erica. Eu não entendi a moral do poema. É um daqueles amores totalmente impossíveis?

    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  19. que lindo! O título diz tudo :)
    beijos

    ResponderExcluir
  20. Se perdeu?
    Talvez vc só tenha mudado um pouco da Erica que vc é..
    Fases e fases da vida..
    Se ache e seja feliz.

    ResponderExcluir
  21. Seus desabafos são a junção perfeita do belo com a tristeza. Fico triste de que estajas assim. :/

    Melhoras,
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. no meu caso, assassinaram o que havia dentro de mim. foi por força maior. e ainda segue agonizando, mas sem poder viver sem que seja atrapalhado :/
    lindo post, erica.

    ResponderExcluir
  23. Eu entendo perfeitamente, e desabafo igualmente, as dores são mais ou menos as mesmas... e o que importa o que ficou para trás? Seremos felizes e ponto!

    ResponderExcluir
  24. Não sei se eu não entendi ou se entendi errado, mas gostei mesmo assim.
    É bom desabafar.
    Muitas vezes perdemos coisas/pessoas por motivos bobos, que só depois percebemos não valerem a pena.
    Mas não vale desistir tb não. Digamos que às vezes o sentimento não morre completamente, apenas parece morrer. Com cuidado ele pode voltar.

    Você é daquelas pessoas que escreve de uma forma que cada um pode interpretar da maneira que mais lhe parecer certa. E teus poemas continuam sendo profundos.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  25. "Te perdi tentando ganhar o mundo", título perfeito para um poema-desabafo profundo... Definitivamente lindo! Mas não se perca, se encontre em cada palavra; o amanhã sempre traz novo amor.

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?