26 março 2010

Não sei perder

A corrida foi perdida
Tropecei em meio a pedras no meio da estrada
Feri meus joelhos
Quis desistir
Chorei
Depois, de um salto, levantei
Continuei
Cheguei tarde
O prêmio de consolação:
um beijo na testa
e um 'parabéns,
você foi guerreira,
mas chegaram minutos à sua frente'

Uma morena esbelta
Olhos cor de mel
Cabelos cacheados
Ela havia chegado primeiro
Ela havia ganhado o prêmio
O prêmio que era meu
Ou que deveria ser

Espero que ela saiba honrar a vitória
Valorizar o prêmio glorioso que ganhou
Enquanto eu chorarei de raiva
Porque eu perdi o jogo
E, me desculpe, mas eu não sei perder
Não você

(Erica Ferro)



P.s: Amanhã estarei no Divã Cor de Rosa; espero vocês lá, hein?
Espero que estejam bem, animados para o fim de semana.
Um abraço e até a próxima.

26 comentários:

  1. muito lindo e ninguem sabe perder alguem.


    bejos

    ResponderExcluir
  2. Erica me conta ql blog q vc viu???pq meu texto foi ecrito desde a terça feira e so pus par apostar hoje sabado..nao sabia..relacionei o passado pq gosto demais da nossa historia e como era requisito achei viavel..ainda mais q a decada de 60 é o apce para o que vivemos hoje..
    -------------------
    Sobre seu poema..antes nao sabia perder..mas com tempo nem sempre ganhamos tmb perdemos....
    hoje as diferenças sao enormes,,

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Eu tive que aprender a perdê-lo. E não foi tão difícil quanto imaginei.

    ResponderExcluir
  4. nuus esse texto ficou perfeito, é tudo o que eu tenho a dizer, perfeito ^^

    ResponderExcluir
  5. Perder é tão dificil. Perder alguém que já faz parte da gente então, ainda mais. Ninguém sabe perder sempre, Poetisa.


    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. GEEENTE!
    menine, tiraste o texto do meu âmago.
    adorei!
    tenho que voltar aqui mais vezes, to te devendo vizita

    bjbj

    ResponderExcluir
  7. Terão outras corridas Erica querida, com prêmios melhores...

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Acho que as perdas nos deixam mtas lições...!

    ResponderExcluir
  9. NOssa, que lindo. Mas ganharemos. Aguarde.

    ResponderExcluir
  10. Um fato:
    Ninguém sabe perder a pessoa que ela(e) gosta! Não é uma má perdedora. Todos nós somos.
    Sabe qual é o melhor dos teus textos? Acho que todos nos identificamos com eles. Em alguma parte de nossas vidas enfrentamos o que dizes e nos identificamos, acho lindo, Erica.
    Parabens
    Beijos,
    B/L HAHAHAHA

    ResponderExcluir
  11. Olha, o segundo comentário é para perguntar se você tem alguma bola de cristal em casa, desvendou tudo! :O
    Sim, eu estava pensando em envolver ele num tipo de relacionamento assim mesmo, mas até agora eu so tenho preparado o terreno e avaliado as possibilidades. HAHAHA
    Não sei se vou colocar essa idéia para frente, mas eu fiquei impressionado contigo agora. :O
    HAHAHAHA
    Obrigado por ser uma seguidora tão assídua do "Palavras". Adoro teus comentários e tua companhia, Erica.
    Beijos,
    L. (Sim, desta vez fui eu quem comentei.) HAHAHA

    ResponderExcluir
  12. Não gosto de derrotas...
    Mas às vezes é necessário perdermos para ganharmos...
    Lindo poema!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Caaaara! Adorei isso. Primeiro eu pensei que você estava falando de outra coisa, natação talvez, mas esse final me surpreendeu - ADORO quando finais me surpreendem.

    Perder uma pessoa não é mesmo uma coisa que se possa comemorar. Talvez nem dê pra se acostumar. Será que há como resolver isso?

    ResponderExcluir
  14. adorei seu comentário no meu post, vc tem uma capacidade de interpretação inpressionante. Abraço!!!

    ResponderExcluir
  15. Dizem que a gente tem que aprender a perder, mas certezas coisas eu nunca vou me conformar..
    Érica, me ensina como eu faço pra não deixarem copiar os meus textos? Bj.

    ResponderExcluir
  16. eu também não, principalmente porque me foi arrancado, eu nem pude correr.

    ResponderExcluir
  17. Nunca conseguimos aceitar, não é?
    E para nos conformar leva tempo, ó.

    Sei de barra disso.
    Beijos, querida. :*

    ResponderExcluir
  18. Perder.
    Algo que muitas pessoas tem que saber lidar.

    Adorei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. nossa, tipo, ficou mt doido esse poema.... a comparação e talz... enfim, adorei!!!
    bom fds pra vc tbm! ^^
    bjsss

    ResponderExcluir
  20. Ele de novo? eita lasqueira...
    Mas, é a vida. xD
    Como já disseram, hoje você perde e amanhã pode ganhar. Quem sabe mais pra frente não tem um partido melhor?!
    Beijão :*

    ResponderExcluir
  21. Olá, Érica! Sua jóia...

    Nem sempre chegaremos em primeiro nas diversas corridas que disputamos na vida. As que perdemos são para que adiquiramos experiência para as próximas!

    Durante os primeiros versos pensei que estava descrevendo a frustação de ter perdido uma competição de nado, mas no final percebe-se que vai mais além... Não foque a perda, foque a experiência, a vivência!

    -- --

    Sempre sinto minhas bochechas se corarem quando leio seus comentários. Você sempre me deixa sem graça!

    Mais uma vez, obrigado!

    ResponderExcluir
  22. Sabe o q sempre falo quando alguém chega primeiro? "tem sempre uma vaca"
    Muito bom esse poema...bem sugestivo

    ResponderExcluir
  23. a gente nunca perde aquilo que nunca foi nosso =)

    ResponderExcluir
  24. É realmente difícil perder... se ainda fosse uma chave, mas não um você.

    Nossa, linda poesia querida!

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?