04 março 2010

Pode vir

Não quero mais te fazer nenhum poema
Minha essência não te toca
Minhas rimas não alcançam a tua rica exigência
Não consigo iniciar, desenvolver e finalizar os meus assuntos
Meus atos são os mais bobos do mundo

Sou uma criança
Uma falsa escritora
Uma idiota que caiu nas amarras do seu sorriso
Que foi presa pelos seus ditos
E que fantasiou os não-ditos

Não tenho regras
Nem métricas
Nem rimas
Só sinto e escrevo

E, agora, que venham as críticas!

(Erica Ferro)



P.s: Podem dizer: "Erica, que milagre você por aqui!".
É, apareci mais rápido do que imaginava.
Não tenho muito o que falar, nem de modo claro e nem fantasiado. Aliás, fantasias são coisas que menos me interessam no momento. Até porque o carnaval já acabou.
Aquele abraço!
Até a próxima.

64 comentários:

  1. Qd a gente fala com o coração, as criticas são dispensáveis. O q é verdadeiro sempre merece aplausos!
    grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Não sou de responder comentários assim, mas o do anônimo acima TINHA QUE SER respondido.

    O que é um lixo, meu não-anônimo?
    A sua covardia em não se mostrar?

    O que é um lixo, caro anônimo?
    Os meus sentimentos ou a sua incapacidade de sentir e valorizar o que sentem por você?

    ResponderExcluir
  3. sinto cheiro de perseguição no ar, hein? aqui e no formspring.me... que coisa!
    te achei bem diferente neste poema... triste, sei lá...

    ResponderExcluir
  4. Sabe, pelo que posso perceber, apesar de todo o seu sentimento, o melhor é deixar o tempo se encarregar. Porque, Erica, qualquer sentimento merece ser valorizado. E o seu mais ainda, por ser uma pessoa tão cheia de vida e intensa (como eu posso perceber através dos seus textos). Então, espera só mais um pouco, pra você se ver livre desses ditos e não-ditos que estão te prendendo agora. Tenho certeza que algo muuuito melhor estará a sua espera. Larga mesmo essas fantasias, eu sei por experiência prórpia que elas não valem a pena.
    :*

    ResponderExcluir
  5. Vc sempre escrevendo mto bem,adoro vim aqui.
    Mais me pareceu um pouco triste este post.

    ResponderExcluir
  6. Você sente os sentimentos mais belos, porque escreve com o coração sempre e isso cativa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. O pior é que chega uma hora, cujo não conseguimos ignorar esses seres imbecis querendo que nós destilemos todo a nossa ira quando provocadas. Aliás, a pessoa deve te amar, viu?! Pra te ler e ter o simples prazer em chamar teus escritos de “lixo”. ¬¬"

    E sabes que és uma boa escritora, é de sentir que conhecemos a Ferro de verdade!

    Adoro-te, criaturazinha difícil. Anima-te!

    Beijos
    ;*

    ResponderExcluir
  8. Não deixe que ninguém a faça esquecer quem vc é. Deixa o tempo se encarregar disso.
    O final do seu PS me lembrou uma música do Los Hermanos "Todo carnaval tem seu fim"
    beijos, querida Erica.

    ResponderExcluir
  9. Sabe, Erica.
    Por um tempo também escrevi coisas bonitas para um certo rapaz. Demorei, mas agora aprendi a escrever para quem merece ler os meus ditos.
    Uma coisa precisa ficar claríssima aqui. Você não é uma falsa escritora. É muito verdadeira!
    Cada linha, ponto e vírgula!

    Amo ler os teus textos!
    Beijos e um abraço!

    ResponderExcluir
  10. E como sempre voltou arrasando nos posts, abração!!!

    ResponderExcluir
  11. Já disse que adoro seus posts? Pois é, gosto muito mesmo.
    Esse, mais um muito lindo!
    beeijos!

    ResponderExcluir
  12. Como diria Caio Fernando Abreu, "Vai passar, tu sabe que vai passar."

    Beijos, querida.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito, expressou muito bem.
    Muito bonito!

    ResponderExcluir
  14. Triste...
    Mas sincero...
    Já disse que tu escreves lindamente...
    E desabafos são desabafos...
    Não vou te criticar dona Erica...
    Vou apenas dizer que se não queres escrever mais para "Ele", escreva pra ti...
    Deixe que teu coração te guie e coloque pra fora o que te incomoda de uma maneira doce, como seus poemas...

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Érica amei o poema, na verdade gostei de todas as postagens daqui. Você escreve muuito bem, voltarei sempre.
    Depois dá uma passadinha no meu blog, não chega nem perto do seu, maas.. beeijos

    ResponderExcluir
  16. como sempre, escrevendo muito bem! xD
    bjusss

    ResponderExcluir
  17. Owun , tudo oq vc escreve fica boom . mt bom

    =*

    ResponderExcluir
  18. Esse foi um poema triste, mas tudo é válido quando se é escrito com o coração e você não tenta muito, as palavras apenas saem de suas mãos quando você pega uma caneta. Isso é escrever com o coração, coisa que você faz muito bem.

    E as críticas? Elas sempre virão, mas cabe a você mesma decidir o que é digno de atenção.

    Beijos! PS: Tem selinho pra você, lá no blog.

    ResponderExcluir
  19. Igonora-se os anônimos. Covardes que não se revelam ao criticar não merecem atenção...

    Belo poema! 'Meus atos são os mais bobos do mundo', ando me sentindo assim às vezes, ou melhor, em relação a tu sabe quem... =P

    Críticas são sempre bem vindas, até porque, quem não se importa, não critica. Quem critica se importa, mesmo que ache que não.

    Beijoo

    ResponderExcluir
  20. Somos todos criancinhas nessa longa estrada que chamamos de vida.
    E lixo é o que não consegue ter luz, sentimento...
    Lixo - que pode ser reciclado - são os seres que vivem sem viver, mortos sem saber.
    Amei o poema, poetisa Ferro!
    (:

    ResponderExcluir
  21. Na verdade,acredito que os melhores escritos são os mais espontâneos,as palavras nos tocam de uma forma mais profunda,não tem como explicar.Entre um poema com tds as regras e um espontâneo,eu aconselho:Apenas sinta e escreva...e quem n gosta ou n valoriza eh pq não merece uma vírgula...

    desculpa plo sumiço,pc deu pânico,aff ¬¬',mas jah estou de volta XD

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  22. "Só sinto e escrevo"

    Nossa *---* Amei isso!
    Tem muito a ver comigo
    VC um lixo minha cara?
    Não mesmo!
    Bom te ver por aqui viu?
    MInha net jah voltou e agora estarei mais presente \\o

    ResponderExcluir
  23. Erica minha linda!

    "As vezes construimos sonhos em cima de grandes pessoas...O tempo passa...e descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais"
    (Bob Marley)

    Pense nisso minha querida.

    Beijo de boa noite.

    Anonimo não é ninguém, portanto ignore, não lhe dê plateia.

    ResponderExcluir
  24. Poemos belos são feitos para os que merecem. Aos que não merecem, resta-lhes a solidão. Beijo.

    ResponderExcluir
  25. que saudadeeee daqui!!
    *---*

    como sempre poemas encatandores.
    Adorei, querida
    =***

    ResponderExcluir
  26. Da arte de fazer e fazer-se e fazer-se em versos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Que poema tri!
    Belísimo, adorei!!

    ResponderExcluir
  28. Me identifiquei tanto que fiquei sem palavras! Você disse tudo o que eu tento falar pra mim mesma e insisto em não acreditar...

    ResponderExcluir
  29. Concordo contigo.Poema não precisa ter regras, apenas sentimentos :)

    Eu adorooooooooo o jeito que escreve e põe seus sentimentos para fora, simplesmente lindo :)


    Paraaabéns.


    Beeijinhos;

    ResponderExcluir
  30. Até quando você não quer fazer poema, vc faz. Já é automático, erica. =)

    ResponderExcluir
  31. Quem de nós mulheres nunca caiu num falso sorriso?
    Precisamos aprender a reconhecer sorrisos sinceros!

    bjos!

    ResponderExcluir
  32. Essa pessoa anônima não consegue sentir a essência das tuas palavras... Afs'
    Beijos Erica

    ResponderExcluir
  33. Na verdade direi: "milagre eu por aki"
    aeoiueaouiueaiuoaeoiu
    muitoo bom o textoo.. ^^

    ResponderExcluir
  34. Escreva pra e por você...
    Inspiração e talento, tem de sobra!
    Fique bem!
    Um beijo

    http://meninamisteriosa.wordpress.com/
    http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. adorei o post..
    vc tem muita criatividade e vale muito a pena ler o que vc escreve!
    bjOo!

    ResponderExcluir
  36. Mas você sabe que é assim que tem que ser, não sabe? Sem regras. (:

    ResponderExcluir
  37. Erica minha querida.

    Um lindo e feliz dia internacional da mulher!

    Beijos pra ti!




    Uma pergunta, você tem orkut?!

    ResponderExcluir
  38. Seu blog é uma foforura,
    por isso estou te seguind e deixei um selinho pra vc no meu.

    se quiser passa lá e pega.

    mil beijos

    ResponderExcluir
  39. Sabe, o carnaval já passou, mas eu ainda ando fantasiando muito.. E isso está me fazendo bem. Que alívio.

    ResponderExcluir
  40. Que saudades desse cantinho!!! *-*

    Andei sumida, mas não esqueci de vocÊ!!!

    Prometo voltar e ler os posts que perdi!

    Feliz dia das mulheres!! =]

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  41. Bobo dele, Erica.
    É lindo o que você escreve e nunca haverá críticas quando o que se lê vem do coração.

    beijos

    ResponderExcluir
  42. Críticas? Não há o que criticar, pois vc não é uma falsa escritora, para mim os verdadeiros escritores são aqueles que escrevem realmente o que pensam. E ler cada postagem deste blog de acordo com os seus sentimentos para mim é como se abrisse um livro de uma escritora, talvez vc ainda não veja isso, mas se me permite expressar minha opinião a verdade é que vc já tem um livro pronto nas mãos e eu ainda quero ler página por página a cada manhã ao nascer do sol. Para mim vc já é uma grande escritora, já indico seu blog para vários amigos e cada um fica mais impressionado que o outro quando lê as postagens desse blog. Já disse, é o blog número um e um trabalho que merece reconhecimento profissional, este trabalho não está fantasiado, ele já está concretizado. Grande abraço, passa lá no blog qdo puder. Juliano.

    ResponderExcluir
  43. Quer saber, Erica? Não ligue se uma pessoa por aí anda pensando que os teus textos são um 'lixo'. Nós sabemos que não são e o mais importante, você sabe que não são. Eu vou continuar amando o que você escreve, pq vc expressa o que eu sinto melhor do que eu mesma.

    Ah, qualquer coisa manda ele tomar banho...

    ResponderExcluir
  44. Todos se encantam com um sorriso né?!
    adorei o poema!
    beijos

    ResponderExcluir
  45. ai, que saudades daqui. '-' tá lindo esse poema, como sempre, e também concordo com tooooodo mundo aí de cima: um dia, você vai levantar da cama e perceber que todo esse sentimento virou só mais uma lembrança. É assim. (:
    E o anônimo? Lixo é ele. :x

    ResponderExcluir
  46. Que bom vê-la mais cedo por aqi, agora quem sumiu foi eu! OIUAOIUOAIUEA

    O amor... me enlouquece.

    ResponderExcluir
  47. Sabe que senti saudades?! ^^

    [Adoro o bom humor dos seus ps. rs]

    Beijos, moça.

    ResponderExcluir
  48. Sentimentos a serem dilacerados, minha cara. Haja conforto e bênção para essa cabecinha. Nao se sinta dessa forma, por isso tudo já passei, vale a pena apenas o desprendimento.

    ResponderExcluir
  49. Somos fantasmas, é um conceito, sabe? É tudo o que sei.

    ResponderExcluir
  50. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  51. Lindo post!parabéns pelo blog!
    bjos
    mah

    ResponderExcluir
  52. Érica!!!

    E o Fabrício chegou antes de mim... rsrs...que bom , amiga, ele é ótimo, pode ir conhecê-lo, eu pelo menos gosto muito do estilo dele.

    Mas, não vim aqui pra falar do Fabri, vim dizer a vc, minha amiga querida, que tem um selo de COMENTARISTA EXCELENTE te esperando no Anjo de Prata.

    Vá buscar!

    Com carinho e meio,
    te aguardo.

    ResponderExcluir
  53. Oi! Saudade de comentar aqui, estou sempre lendo, realmente é um saco quando nossas palavras não atigem o que esperavámos. Voltei em definitivo com o blog. Beijos, saudades.

    ResponderExcluir
  54. Erica querida.

    Você foi indicada ao Selo Querido Blog Meu! Parabéns!

    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  55. Cadê você moça? Que demora.
    Espero que os fantasmas tenha se exorcizado.

    Beijos

    ResponderExcluir
  56. e somos todos tão bobos, tão infantis quando fantasiamos coisas não ditas...
    e como isso é comum...

    ResponderExcluir
  57. Heyyyy dona mocinha!

    saudades de te ler!!!

    Vamos atualizar???

    Beijos!

    ResponderExcluir
  58. lindo o poema, mas achei que essas palavras foram mui tristes, sentimentos mesmo que são lindos de qualquer forma ^^

    ResponderExcluir
  59. Em se tratando do coração, não se necessita de palavras, tudo oq precisamos são de demonstrações. Palavras vaão, maas atitudes ficam!

    ResponderExcluir
  60. Temo que meu pobre recadinho vá passar despercebido por ti aqui, mas mesmo assim me senti muito comovido com o que escreveu acima e TINHA que dizer isso. HAHAH

    Adoro seu blog, mesmo.
    Parabéns.

    L.M.

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?