11 junho 2009

Um dia alegre!

E um dia alegre pode ser um dia chuvoso com muito sol dentro de casa.

O sol que ilumina a casa vem de um sorriso, um sorriso sincero, um olhar azul esverdeado, um coração puro, mãos pequenas, pele macia e branca.

Conversas que são faladas em bebêis, mas que eu entendo perfeitamente. Uma linguagem coracional, sincera. Um contato direto com a alma.
E é doce, acalentador, fortalecedor, estar contigo, minha pequena, minha priminha, minha princesinha.
Você está num local do meu coração que sempre foi seu, sempre esteve à sua espera.
Você não demorou para achá-lo, chegou e veio iluminando, decorando com flores e aromas do campo. Eu te amo!
Você é linda, minha querida.
Uma beleza indescritível, pois vem da alma e se projeta pra fora e ilumina o mundo.
Esse mundo, por vezes obscuro.
Mas, sinceramente, quando estou contigo, quando escuto o teu riso e vejo o teu sorriso, teus olhos meigos e tua alegria, esqueço de todo o lado sombrio desse universo. Eu vejo que realmente há esperança pra tudo isso, que nem tudo está perdido.

(Erica Ferro)

P.s: Mais um texto onde falo da minha pequena Rayara. Ah, como eu amo essa pequena. Amo tanto, tanto e tanto. Sinto que isso é recíproco, vejo isso no seu sorriso.

2 comentários:

  1. que texto meigo, flor! ^^
    Adorei viu?!

    Bjão pra ti!
    =***

    ResponderExcluir
  2. mas essa sua priminha é mesmo uma inspiração..

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?