15 abril 2010

Por um fio

Você quase conseguiu despertar a minha compaixão, fé e cuidado. Quase acreditei no seu choro ensaiado. Quase levei fé nesse seu querer sem fronteiras, mas foi por um fio, um fio redentor. Tua paixão é falsa, tão falsa quanto teus dizeres de um futuro colorido e brilhante para nós. Você não sente a paixão latejar nas veias; é mero (eu disse mero?) fingir. Você não sente a dor do adeus como eu senti na primeira vez que você bateu a porta na minha cara, antes que eu conseguisse te impedir de ir. Você não sente. Você mente. Mas espere, não venha me dizer que eu também minto, porque eu minto, sei bem disso. Porém não como você, não com a mesma habilidade e displicência para com o enganado. Parabéns! Minha admiração você tem, por conseguir enganar os outros, e não se enganar jamais. Você nunca se engana, porque você mede bem seus passos e seus atos. Não é descuido, é tudo intencional e articulado. Cérebro admirável tens tu, meu caro desafeto.
Foi por uma linha quase invisível que eu não cai num profundo abismo.
Quase me apaixonei por você. Eu disse quase! Sim, digo com firmeza e sem nenhum embaraço, porque de fato foi por pouco. Mas o que importa nisso é que o quase me segurou pela alça do vestido, me livrando de uma morte demorada e fria. Hoje eu gosto mais dos "quases". Ah, gosto muito mais!

Um último aviso: a mim, você não engana mais!

(Erica Ferro)

Pessoinhas, blog de cara nova de novo! É, de novo!
Mas agora muito mais bonito, né? Eu achei lindo, velho. Muito lindo!
Foi a Jana Barreto, minha amigona blogueira, que fez pra mim (obrigada mesmo, Jana! Você é uma querida!). Os layouts que ela faz são muito fofos, delicados e bem feitos.
Adorei mesmo!
E, ah, agora não tem mais "P.s'"; no máximo, uma notinha assim, quando eu quiser, mesmo, falar algo pra vocês que não tenha relação com o texto.
Porque agora vai ser assim: escrevo e vocês sacodem seus dizeres, seus entendimentos sobre o que foi lido.
Não vou me explicar, me desculpar, enfim... Se bem que eu sou bem contraditória, né? Já tô me explicando de novo, haha. Mas ok, é só o fim das explicações (espero eu!).
Um abraço da Erica Ferro.

68 comentários:

  1. Linda, amei a cara nova do seu blog :D
    Nem me fala, semana de prova é tão terrível :/
    Olha, eu já dei ADEUS² a um certo alguém que não me engana mais, sinto-me em paz só de lembrar.
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Ficou lindo mesmo. Parabéns!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Ser enganado é uma sensação terrível. E o pior é se apaixonar por uma mentira.
    Gostaria muito de aprender a escapar disso. A reconhecer o que é fingimento e o que é verdade. Infelizmente acho que ainda terei de quebrar a cara muitas vezes antes de desvendar esse segredo.

    Cara, o blog ficou show. Tá perfeito o novo layout.
    Grande beijo, meninona.

    ResponderExcluir
  4. Sabe o que eu acho bom da traição?
    Seja ela de um amor ou de um amigo?
    é que com a desilusão vem também o entendimento de que a pessoa tem defeitos e que a vemos na realidade como ela é.
    Iludir-se é uma forma de enganar-se.

    Beijo

    (adoro seus ps :D)

    ResponderExcluir
  5. [Erica... onde foi decantar esse hospede do Solitaire Hotel? Ainda andam à solta?]

    Um imenso abraço,

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  6. Lindo seu blog, gostei bastante. Quanto aos seus dizeres acho que todos ja passaram por esse tipo de situação, esse tipo de engano. Descreveu mesmo a realidade de muitas pessoas. Bom seria se todos eles(homens) mostrassem sua cara ja de ínicio, ou será que mostram e todas as qualidades que vimos são pura ilusão de nossas cabeças?
    Não sei amiga, então xau.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Essa é a Erica Ferro! HSUAHS, confesso que adorei sua linha nãomeenganamais. Odeio gente que sgana também e depois quer consideração. Uma ova!

    Beijo ;* Lay lindinho, AHAZOU!

    ResponderExcluir
  8. Que bom niña que você não caiu na cilada de se apaixonar por alguém que mente, engana, como esse cara que você descreveu...

    Tá lindo o blog,mais ainda do que já tava! haha

    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Lindo o novo template ! adorei parabéns !

    ResponderExcluir
  10. Tem coisa pior que ser enganado? Se me enganar por favor, planeje bastante e faça com que eu nunca descubra a verdade. Porque se eu descobrir a verdade, vou ter que me vingar, é feio? é. Os escorpianos tem disso. Não tem coisa pior.
    Pelos ela não foi enganada por completo e ficou num quase. Seria pior se ela tivesse sido enganada depois e descobrisse a verdade. A queda e o sofrimenteo seriam maiores.

    Por sinal adorei a nova cara do blog.

    ResponderExcluir
  11. Erica, querida minha.

    Que texto incrível! Que ótimo que o quase alcançou a alça de teu vestido.

    Siga em frente e seja feliz!

    Obrigada por teus comentários fofos!

    E o layout ficou muito lindo! A Jana é demais mesmo!

    ResponderExcluir
  12. Que tudo o que sonhamos se transforme em realidade.
    Que o Amor pelo próximo seja nossa meta absoluta.
    Que nossa jornada de hoje esteja repleta de flores.
    BJS

    ResponderExcluir
  13. Você só recebe aquilo que semeia minha cara,esse papo de vítima só convence apenas os cegos e alejados que só sabem de uma banda da musica, Vc não nunca teve coragem para admitir seus podres furos, o que vc quer é ter controle sobre o outro, comigo é diferente, acorde e seja real!

    ResponderExcluir
  14. Tá ótimo!
    Há realmente pessoas com o dom de enganar e que acham que jamais se enganam...
    Muito bem, Ferro!

    E o lay tá ótemo!

    =]

    ResponderExcluir
  15. Anônimo idiota,

    Eu sou real. Mas, e você?
    Um anônimo covarde, que não assume os próprios "achismos".

    "...esse papo de vítima só convence apenas os cegos e alejados que só sabem de uma banda da musica"

    Aprenda a escrever. Nem tudo se escreve como se diz. Não se escreve alejado, e sim ALE(I)JADO. Já que você veio me ofender, será ofendido também (se bem que isso não é ofensa pura).
    E outra, seu argumento é ridículo e muito preconceituoso. Quantos cegos e "alejados" você conhece e que só sabe da existência de uma banda musical?
    Acorde você!

    Se você não entendeu a essência do texto, não perca seu tempo comentando idiotices e não me faça perder meu tempo lendo coisas totalmente sem nexo como as que você escreveu por aqui.

    Por último, você deveria saber que as pessoas que escrevem nem sempre escrevem coisas autobiográficas.

    ResponderExcluir
  16. Um dom, realmente. Incrível, até!
    Graças a Deus que você tem o dom mais bonito!

    Seu blog está LINDO. Eu amei, mesmo!

    Meu beijo.

    ResponderExcluir
  17. quisera eu ter essa força para não me deixar levar...
    para mim lutar ainda é em vão.!

    adorei.

    ResponderExcluir
  18. adoooooooooooroooO!!!!
    mt lindo o lay novo!!! kakakakakaa... xD
    e gostei mt do texto!!! super voadora no pâncreas.. xD
    bjss

    ResponderExcluir
  19. o texto é otimo Erica, queira eu que encontre tbm este fio que me salve ^^

    o lay sem comentários, perfeito *--*

    e Erica, faz muito em não deixar se ofender ^^

    beijos até depois :**

    ResponderExcluir
  20. Ainda bem que não te engana..É sempre melhor a verdade.

    Adorei a cara do blog, e a sua notinha agora kkkk

    ResponderExcluir
  21. Ei maninha! Adorei seu novo layout, ficou uma graçinha. Bem fofo esse azulzinho, combinou perfeitamente com tudo aqui.

    Sobre o texto, ele é ótimo como todos os outros. Como sempre uma mensagem para se pensar bastante. Eu acho que existe pessoas que passam tanto tempo mentido que acabam ficando profissionais nisso, ou simplesmente mentiu demais para ele mesmos que até consegui acreditar na sua própria mentira e isso é o bastante para outro acreditar. Mas que bom que dar a volta por cima existe.

    Que anonimo foi esse? Que imbecil! Povo não tem o que fazer, viu? Não merecia nem suas palavras. Merece ser ignorado num canto qualquer. Que falta do que fazer u.u

    Postei a última parte do conto. E miojo de tomate nao vende mais, mas quando tinha eu amava ): Era da turma da monica, uma delicia amiga ): xx

    ResponderExcluir
  22. Hey, Erica! Por nada. Sou eu quem agradece. Abraço e sorriso!

    Jefhcardoso

    ResponderExcluir
  23. Pelo visto, continua a mesma ignorante de sempre,Mesmo sacudindo muita palavra a esmo, vai carregar a frustraçao deste fardo para o resto de sua vida, se isto é mentira, não há mais motivo para escrever sobre este romance fantasioso a partir de agora, não sou eu que precisa receber um sim de alguem.

    ResponderExcluir
  24. Primeiramente, adorei o layout novo, de novo! xD
    Segundo, adorei o texto também. *-*
    O jeito como você descreveu a paixão... Foi simplesmente apaixonante! Adorei mesmo.
    E, por ultimo, não deixa o Anônimo te aborrecer não, tá?
    Beijo. ;*
    PS: Obrigado pela visita ao meu blog e o comentário. *-*

    ResponderExcluir
  25. Olhe, anônimo, vou responder pela última vez aqui.
    Quem veio com arrogância e cheio de direitos foi você, então não poderia receber outra recepção, certo?
    Quando a gente quer entrar na casa dos outros, bate na porta, pede licença e entra. Conversa com o dono da casa de forma educada.
    Mas você já veio esculachando, falando do que não sabia e queria o quê?

    E outra, "mesma ignorante de sempre"?
    Então nós nos já conhecemos de longa data, é?
    Hum... Bom saber. Já elimino alguns suspeitos da lista.

    A partir dos próximos posts, se você quiser falar, vai ter que mostrar quem é, porque os comentários anônimos serão retirados.
    Dar soco no escuro não é legal.
    Preciso saber com quem eu estou lidando.

    Só uma coisa: frustração de quê?
    De escrever? Você não explicou direito.

    E eu não espero sim de ninguém, meu caro. De onde tirou isso?

    Ok, perdi mais tempo ainda debatendo com alguém que nem mostra a cara. Estou verdadeiramente cansando disso.
    Sem falar que é perigoso, não é?
    Sabe-se lá quem é esse ser que resolveu me atazanar a vida!

    ResponderExcluir
  26. Érica, sua escritorazinha de uma figa!

    Eu fiquei de queixo caído com a desenvoltura do texto. Mas não me imagine com cara total de um bobo desajeitado, só desarticulado pelas palavras mesmo. >.<

    A oportundiades que temos de "cair" são frequentes, e não estão ligadas apenas à confiar em outras pessoas, acredito que esteja muito ligada a nós também. Ao nosso lado obscuro, nosso lado ruim. É muito bom evitarmos o que é negativo, descartar sem dor no coração.

    Layout: Parabens à Janaina! Tem um gosto maravilhoso em suas criações!

    Quanto ao anônimo... Sei que é uma coisa bem pessoal, até pesso desculpa em me intrometer, mas, comentários assim não deveriam tomar nem ao menos 5 segundos do seu tempo, não vale a pena. Excluír recados de uma pessoa como essa não seria uma fraqueza, ou falta de capacidade, seria um ganho imenso de tempo, isso sim. Hehe'

    São pessoas que não tem muito o que fazer, assim como nós as vezes,que passamos o dia no twitter, só que o gastam enchendo o saco das pessoas.

    !!! Anônimos ignorantes, você não estão com nada! Sério mesmo! ( ; !!!

    ResponderExcluir
  27. E tem quases que nos salvam a pele, né? Eu ainda me enfio de cabeça. Sempre. Mas admiro as alças de vestido salvadoras!

    Tá uma lindeza o layout.

    Beijoca, flor.

    ResponderExcluir
  28. Adorei a cara nova! Muito bem Dona Erica, Não dê espaço para quem não vale o espaço que ganha!

    ResponderExcluir
  29. Vc tem muito talento, tem q escrever um livro menina....:)
    Parabéns

    ResponderExcluir
  30. Graças a Deus existe a palavra "quase"...
    Sem ela estaríamos perdidos...
    Mas ao mesmo tempo é o “quase” que nos fere, impede uma vitória...
    O "quase" é uma faca de dois gumes...
    Lindo texto!!!

    Bjs

    P.S.: Obrigada pelos comentários... Finalmente estou voltando à ativa... Eu ri quando li que você quer um Gustavo pra você... Acho que você vai precisar entrar na fila (hehehe)...

    ResponderExcluir
  31. Adorei o post, me identifiquei bastante! O layout está lindo *-*
    Te encontrei e adicionei no orkut.. Cuide-se!

    ResponderExcluir
  32. Está dificil pra mim tambem amar sem a necessidade de ser enganada. tenho fé em excesso nas pessoas e me arrependo por isso...
    Mas quanto a ti, fique bem. Beijo.

    ResponderExcluir
  33. Acho que por mais que sejamos enganadas, devemos perdoar aos que nos fizeram mal, pq alimentar o rancor não irá solucionar nossos problemas e nem diminuir.

    VISITEM O BLOG DAS MALUCASdeBR - É O Blog de Duas Garotas Que Montaram Um Programa Virtual, Onde Elas Debatem Diversos Assuntos, Mas de Uma Maneira Mais Divertida. http://malucasdebr.blogspot.com/

    Bjus

    ResponderExcluir
  34. Está parecendo alguém que eu conheço, só mudando o blog, em busca da perfeição.

    Carinho, Ferro.
    Continuemos...

    ResponderExcluir
  35. Belo texto.
    A menininha aí no lay ficou a coisa mais fofa >.<'

    Beijos Erica!

    Ps: Que problema com esse anônimo hein... E que covarde ele (ou ela) por não se mostrar...

    ResponderExcluir
  36. Eu sempre estou quase me apaixonando também. Tem a ver com o nosso nome, Erica. E gosto dos quases, eles me livraram de boas.

    Beijo, queridona!!!

    ResponderExcluir
  37. Ainda bem que você caiu fora a tempo, por que essa pessoa não merece uma lasquinha do teu sofrimento.
    Como sempre, o texto está lindo!
    E o lay também ;)

    ResponderExcluir
  38. Por um fio você não se contradisse hein? kkkkk
    Cara, adorei esse texto. Você abordou de um jeito novo isso ae, gostei muito. Ah, quer dizer, quase gostei muito, rs!

    Sei lá, mas eu senti que no comentário no meu blog vc quis dizer além daquilo. Você sempre costuma a fazer comentário enoooooormes e esse foi tão curtinho.

    Beijos ericona, se cuida!!!! ^^'

    ResponderExcluir
  39. Hum... Ericona!! Seu texto é muito bonito! Muito mesmo!

    Eu já te disse que sou seu fã!

    :)


    Esse negócio de mentira tem que ser combatido para o bem de quem mente.

    É como eu penso.

    ResponderExcluir
  40. Nofa!! To chocada baby! Que horror...
    Um texto tão lindo e um troglodita anônimo interrompendo a essência da minha leitura. Pera Lá...
    Que justiça seja feita né Érica. Que falta de respeito.
    O Texto é lindo e o amor na sua singularidade também.
    Amei o novo lay a Jana dá show viu.

    ResponderExcluir
  41. tem gente que simplesmente não consegue sentir.. às vzs até sem maldade.

    parabens, o blog ficou muuuuuito bonito com o novo visual ^^

    ResponderExcluir
  42. Um texto muito interessante.

    Gostar mais dos "quase" é uma conclusão muito original.

    L.B.

    ResponderExcluir
  43. Adorei aqui .

    "Ah o amor... "


    Seguindo flor.
    Beijinhos doce :*

    ResponderExcluir
  44. venha conhecer o espaço Morro do Céu!
    Um blog onde premiamos oq tem de melhor na internet. participe de promoções e indique blogs de sua preferência. quem sabe o seu não seja premiado tb?

    http://morroceu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  45. haha! Eu bati o olho e vi que o lay é da Jana! :D Ficou lindo, Ericona. O Sacudindo merece, neh?

    Pois sim! Pessoas mentirosas e insensíveis existem aos montes, em todos os cantos! hahaha! Como eio delas, se achando indestrutíveis e espertas! Na verdade são as mais frágeis e mascaradas.

    Não se preocupe com um tipo desses... Nem vale à pena gastar raiva!

    ^^ Abraço!

    ResponderExcluir
  46. Layout novo! Que lindo! Gostei tb!
    Saudadeees... :)

    ResponderExcluir
  47. Ficou lindo, a menininha deixou a cara do blog bem delicadinha..

    E quanto ao texto, adoro qnd as mulheres conseguem se sair bem assimm na situação, de cabeça erguida, poder dizer um adeus bem "dizido".

    ResponderExcluir
  48. Se enganar, cair nesses abismos de sentimentos é muito fácil, difícil é sair deles. Eu nunca consegui ver as coisas como eram antes de me machucar muito, fazer o que, é errando que se aprende... Adorei seu texto, admirar o desafeto, bárbaro! E o lay está maravilhoso, a Jana é uma mestra em lays e no seu ela capricho ficou muito perfeito! Beijos, querida, obrigada pelos comentários e desculpe a minha ausência! :*

    ResponderExcluir
  49. Seu blog evolui na velocidade da luz. Sempre mais lindo, mais completo, mais intenso. Parabéns pelo texto. Eu adorei!³

    Mesmo :)
    Sua forma de expressar me fascina.

    Ps: Leia sim, Nicholas Sparks é demais.

    Um beijo e um queijo ;@

    ResponderExcluir
  50. Erica, eu espero que você me encontre aqui no meu desses duzentos mil comentários hahaha!

    Ó, vou falar uma coisinha, do fundo do coração, viu? Cara, muitomuitomuito obrigada por ler meus textos, dar sua opinião, dar uma passadinha no meu blog quando tem tempo... você não sabe como isso é legal e quanto me motiva a continuar escrevendo!

    Eu não tenho muito tempo pra escrever, nem pra postar, mas queria muito poder ler seus textos todos os dias, comentar, deixar uma marquinha aqui. Você é ótima, escreve com a alma! Eu li esse último, amei demais.

    Só de pensar que você já pensou em excluir esse blog... aiaiai, nunca mais pense nisso, heim!

    Obrigada por tudo, mesmo!

    Beijinho,
    Manie.

    ResponderExcluir
  51. Lindo texto. Paradoxalmente forte e suave. Bastante leve a cara nova do blog. Adorei a menininha tentando ler.

    ps: Bem psicopata este desafeto, não?

    ResponderExcluir
  52. Gostei no novo visual!
    É como dizem um dia a mascara cai ...

    ResponderExcluir
  53. tá liiindo isso aqui.

    Comecei a lembrar das muitas vezes que confundo um ''quase'' com um ''completamente''. Sempre me dou mal nesses lances de interpretar minha propria cabeça. É ÁRDUO!
    hahaha adorei o texto, precioso.

    ResponderExcluir
  54. Há certas categorias de textos que dificultam comentários, pelo menos para mim... geralmente eu não gosto quando vejo isso em livro; há vários autores clássicos que não engulo por esse fator. Mas em blogs, eu sou mais flexível e receptivo, apesar de continuar com o mesmo embaraço em tentar comentar coisas assim carregadas de um sentimento pessoal forte ou que sejam bem direcionadas (seja o texto autobiográfico ou não). Mas esses textos proporcionam uma espécie de libertação psicológica do leitor, porque a sua propria análise já passa a ser muito subjetiva, ou seja: são textos que incentivam - e até ensinam - as pessoas a pensarem por si só, traçarem paralelos com coisas da sua vida, etc...

    Eu acho que quanto ao texto em si não teria muito o que dizer. Talvez uma continuação daquilo que falei noutro post sobre dissimulação. Um vício que trazemos para a era moderna para termos mecanismos de defesa, sabe, hoje não somos mais seres das cavernas, nossas proteções não se espelham mais em robustez física, nossas ameaças somos nós mesmos, nossos medos, conflitos, e nossas competições entre uns e outros, o que nos deixa, por fim, meio solitários, sempre preparados para dar um bote. Só que algumas pessoas conseguem manter esse tipo de caráter num patamar razoável; outros acham que "enganar" deixa de ser um artifício do homem para certos casos, e passam a viver uma vida rodeada de mentiras. E são mentiras tão arraigadas que parecem verdades, de maneira que muitos dos que se aproximam realmente acreditam naquilo...

    Eu não vou dizer muito sobre o tey layout porque não me ligo muito nisso... a minha conexão não favorece muito esses layouts (esse teu, por exemplo, nem abriu todo aqui), então eu termino dando menos importância aos lays... mas eu acho legal que a pessoa varie as páginas, personalize à sua maneira... O Literatura Vil eu só mudei o layout uma vez, e o atual parece definitivo, não consigo mudar, mesmo que seja para outra coisa simples, dentro dos domínios de um leigo. Aquele outro blog, do Idiota, eu não personalizei de maneira alguma, quis deixar o mais simples possível, quis relembrar meus primeiros blogs com ele...

    Por que vai tirar os post scriptium? Por críticas alheias? Por opção própria? Eu entendo um pouco dessa sua preocupação em deixar as pessoas livres para tecerem suas próprias críticas.. não deixa de ser algo nobre. Eu sempre sinto vontade de ser o primeiro a comentar certas coisas que escrevo, mas prefiro me abster disso; na minha opinião, um texto, a partir do momento que é publicado, não é mais nosso. É do mundo, e sempre que o lermos dali por diante teremos a percepção de um leitor, e não de um autor. É por isso que nunca deleto blogs ou postagens antigas. É interessante lê-las e saber que o cara que as escreveu é totalmente diferente do que sou hoje. É um completo estranho pra mim. No teu caso, os "PS" não estragavam o texto de maneira alguma, nem muito menos feriam a liberdade de crítica das pessoas. Tu não reduz os parâmetros de análise, não diminui o texto para quem o lê, e sim os expande ainda mais, além de ser estes PS's um espaço de comunicação direta entre você e quem entra no blog.. isso era algo que eu mais sentia (e sinto) falta no meu blog... No UOL era legal que eles tinham um sistema em que você respondia/agradecia cada comentário sem que precisasse fazer um comentário a mais; seria interessante se o blogspot fizesse isso...

    Vou usar mais uma postagem para uns comentários adicionais.......

    ResponderExcluir
  55. (continuando)


    .... olha, quanto a esse anônimo, acho que não tens mesmo com o que se preocupar. São sempre os mesmos. Lá no meu blog de vez em quando aparece um desses. Os fakes e anônimos são a caricatura da modernidade. Pena que a modernidade não tem muita coisa de interessante, nem mesmo seus próprios folclores...

    Quanto ao que falasse dos Engenheiros, bem que eu queria que eles voltassem mesmo, e se fossem pra Maceió, pra mim não faria diferença: eu ia até lá (aí) assistir sem lerolero. rs...

    Não sabia que tu era de Maceió. Estive aí em janeiro, um belo lugar. A orla urbana, aliás, é bem melhor que a daqui de Natal. E as pessoas são sempre cordiais, inclusive as blogueiras (conheci a Fernanda do Rabiiscos enquanto tive por aí). Sem dúvida um lugar aconchegante.

    Eu não lembro onde vi você comentando que tinha sido plagiada, mas ignore nesse primeiro momento, e se o sujeit reincidir coloque pra ele expressamente que ele está sendo observado e que poderá se dar mal por isso...

    No mais, foi boa a estada aqui por essa manhãzinha. A gente se fala nas próximas, abração.

    ResponderExcluir
  56. olha, desculpe tomar o outro lado da briga mas...
    ñ importa quem mentiu mais, ou quem ofendeu mais...
    se todos os lados ofenderam e mentiram, ambos estão errados da mesma forma, e não é a intencidade nem a quantidade que define qual erro possivelmente perdoavel e sim a razaão pelo qual ele foi dito!

    eles sempre enganarão...
    se vc ouvilos..
    é ba ta ta...
    vc sacudiu palavras ein!?
    ta devoradora...
    vc esqueceu de dizer que , quase gosta mais dos quase!
    hehehe

    que confuso, essa confusão de quase, quase deixa muita margem pra duplo sentido, duas vias, contra mão acertar em cheio... odeio quases, ou eh ou não é, né!?!
    (:

    ResponderExcluir
  57. E nesse caso, o "quase" foi decisivo para o desfecho.

    Gostei da nova cara do blog, ficou lindo!

    =******

    ResponderExcluir
  58. adorei.
    o blog e o post.
    Ta arrasando né menina?

    Um post bem forte né? me lembra café sem açucar.

    ResponderExcluir
  59. Mas erra quem acha que não se engana ao enganar os outros. Porque sempre que se engana o outro, engana-si a si mesmo; pra que enganar o outro se pode falar a verdade? Existem muitos meios de lidar com as coisas, e a mentira é algo que afeta ambos: quem ouve e quem fala.

    beijo

    ResponderExcluir
  60. Tá lindooo o blog.
    Belo trabalho mesmo.
    beijo

    ResponderExcluir
  61. Ah, tô apaixonaaada por esse novo layout! Muito lindo, mesmo. Ah, e ainda bem que foi quase, e que conseguiu se salvar, né? Gente assim, calculista, não vive. Você vai encontrar alguém verdadeiro, pode acreditar. Beijo!

    ResponderExcluir
  62. Dando aquela sacudidela por aqui.
    No remelexo das palavras.

    Continuemos, Ferro.

    ResponderExcluir
  63. Nossa garotah,isso eh talento para dar e comeciar.Gostei muito deste texto,não só plas palavras,mas ele tem algo de intenso,mt profundo,sei lah,e vc tem td razão,existem pessoas calculistas até relativo as emoções e infelizmente pessoas sensíveis e capazes de se entregar,caí ou QUASE cai em abismos como esses,mas eh como dzia vovó,rsrs,a experiência faz de nós sábios ; ]
    Esse texto traduz o prazer em retirar a máscara de alguém.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  64. Sentimentos, cada um percebe de uma maneira, importante é respeitar, paz.

    ResponderExcluir
  65. Tá lindo, sim, Ericona! Adorei! ^^

    Quanto a decepção, é que nem resfriado, flor : dá forte e passa rápido. Fica a lição, que é o que vale, mesmo. ;)

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  66. E quem nunca caiu numa dessas, né?
    Beijos

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?