28 outubro 2009

Para que o meu jardim floresça...

Teu nome é conforto?
Tens o antídoto para todo o desgosto?
Tens a capacidade de fazer calmaria a minha ventania?

Olhos verde-mar e toda a capacidade de amar
É assim que eu te vejo
Uma flor prestes a desabrochar por amor

Onde estás, meu rapaz?
Muitos sonhos tenho contigo
E suspiro

E o meu olhar, pelas ruas, está sempre a te procurar
Por onde será que andarás?
Não te escondas de mim

Olhe para mim
Não tenho feições de quem quer iludir
Em minhas mãos carrego meu coração

Quero mostrar-te o quanto posso amar-te
O amor que dentro do meu coração se esconde
É grande e alcança o cume do monte

Vamos, apareça!
Mostre-se, antes que eu pereça
Tome-me em teus braços para que o meu jardim floresça

(Erica Ferro)



P.s: Pessoas!
Tudo certinho, né?
Não disse que voltaria aqui hoje? Então, aqui estou eu.
Esse poema, se é que pode ser chamado assim, fiz agora, num lapso de romantismo e inspiração.
Espero, sinceramente, que tenha ficado bom e que vocês gostem.
Ganhei selos, amanhã, acho, posto.
Fiquem bem.
Grande abraço pra vocês.

44 comentários:

  1. Adorei o poema, vou confessar que sonho um dia encontrar alguém que faça nascer essa calmaria em mim.
    Amance minhas aguas.

    Seu poema é muito lindo, mas na situação atual me deu uma depre.
    Onde está o meu amor?

    me pergunto.


    beijos!

    ResponderExcluir
  2. eu adooooro teus poemas, erica (:
    e um pouco de romantismo faz bem, não é? aheuahe

    lindo ;)

    ;*

    ResponderExcluir
  3. O que direi eu, ando muito repetitiva quando flores motivam.
    Beijos
    ¥

    ResponderExcluir
  4. Uau, se fizestes esta coisa bela

    assim,num lapso como mesma dizs

    imagina se tivesses calculado.

    não,não,deixa,se melhorar estraga (:

    Achei um doce as palavras deste poeminha*

    lindo(como tudo por aqui)

    beijos mil flor*
    e obrigada pelo comentário♥

    ResponderExcluir
  5. Que coisa mais linda!
    *-*
    Me identifiquei muito com o poema,muito mesmo!
    E não ficou bom,ficou ótimo!
    Digno de uma Diva como você :D
    Beijos
    :**

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei, eu gosteeeeeiiii! \o/

    Erica, acho tão bonitinho esse teu jeito de postar e sempre colocar um PS abaixo...rs. Gosto daqui.

    Beijo, flor.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito, sobretudo do título!
    Bem, estou tentando voltar... A crise está passando (sempre passa!).

    Aqui meu msn: fabiklara@hotmail.com
    Vai ser um prazer conversar com vc!

    Obrigada por se preocupar!
    ^^

    ResponderExcluir
  8. Ah ficou sim bom!E me identifiquei muito com ele!Amo aqui!Você sabe né?!rs'

    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. parabéns pelos selinhos ali debaixo!!!!
    lindo poema.. xD
    bjsss

    ResponderExcluir
  10. Meu bem, tu anda tão inspirada. Ficou tão lindo esse quanto aos outros, bem apaixonado *-* Beijos :D

    ResponderExcluir
  11. Porque nesse desencontros, não encontramos o Amor?!

    Tantos corações feridos, hoje solitários a procura de alguém e nada de se esbarrarem; acho que nos fechamos a certos ideais e não o vemos.

    Lindo poema!

    P.S.: Quanto ao vídeo do post anterior, chorei. ;X
    ;*

    ResponderExcluir
  12. Sem palavras, apenas suspiros intensos de admiração!

    Lindo!

    ResponderExcluir
  13. nossa muito lindo(mas isso vc já deve ter lido ai emcima né)mas agora estou a pensar, a onde estará?
    nossa o quanto essa incognita me frusta :/ porque não deveria ser tão deficil de encontra, deveria? estou começando a pensar que isso é algum fruto da minha imaginação e que não existe, se existe por que não deu as caras por aqui ainda?

    bom Erika o poema ficou lindo msm, e as perguntas nele exportas e as repito diariamente/fato como diz a canção de de Paulo Ricardo "onde estar meu amor? quem será? com quem se parece? ♫"

    ResponderExcluir
  14. Erica.
    que lindo, adorei.
    a verdade é que sou péssima com poemas, amei seu comentário viu?

    adorei mesmo, vou vir sempre aqui!

    te seguindo.

    beijo ;*

    ResponderExcluir
  15. Own, minha Eriquinha colocando meu blog no seu? Não tem preço :DDDDD
    Tô feliz e muito cansado, semana de espaço cultural lá na escola implica na não-atualização do meu blog, dos comentários... É muito pra minha cabeça :/
    Espero que não se chateie pelo comentário chato, seus poeminhas são mais maras do que um quilo de doce de caju *-* kkkkk

    Te amo, minha best blogueira *-*

    ResponderExcluir
  16. Incrivel como há quem prefira se esconder do amor, não é?

    Não posso julgar, pois já fiz isso.
    É algo tão sem sentido quanto tudo que se faz quando ama.
    E "sem sentido" por "sem sentido"... aquele que for acompanhado deve ser melhor, né? =]



    www.euthiagoassis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Erica, amei sim o seu poema, é exatamente como eu me sinto... onde vc esconde a sua máquina de raio-x capaz de desvendar a alma das pessoas, hein? Adorei!

    Bjos, linda!

    ResponderExcluir
  18. Alguém que encontre outro alguém e viva a alegria deste encontro... ah o amor!

    Belo poema.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Meus comentários repetitivos não te cansam? HAHA Ok, teus poemas incriveis tbm nao me cansam u__u

    QUAAAANTO AMOR transbordado em minusculas letras..

    ResponderExcluir
  20. Muito lindo, você tem tanto talento, fico boba.

    ResponderExcluir
  21. Éricaaaa! Cadê você??? Nos adiocine no MSN ou envie um e-mail para o endereço do MSN: skatenis@hotmail.com
    Queremos iniciar uma parceria com você:)
    bjbj

    ResponderExcluir
  22. o tão aguardado amor, o tão aguardado momento de entregar, ou melhor, compartilhar nosso coração com alguém!

    bjosss!!!

    ResponderExcluir
  23. Ahhh, eu gostei Erica ;) Acho que são poucas as pessoas que conseguem criar poemas assim de pronto, sabe. Na escola eu sofria pra criar uns super bestas =D

    ResponderExcluir
  24. Ficou muito lindo Erica!
    Me fez voltar a um tempo atras ai quando eu gostava de um certo garoto... :x
    AOSPKASOAPKSPAOSPK'
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Gostei muito também! Super romântico mesmo!

    ResponderExcluir
  26. que liindo*
    quando a gente ama a gente quer que o nosso jardim floresça.
    bjOo!

    ResponderExcluir
  27. Ficou lindo!!

    eu também ando com meu coração na mão... mas tenho medo que ele escorregue.

    Espero que seu jardim floreça em breve ;)

    ResponderExcluir
  28. Quero ter um amor calmo.
    Que me faça florescer...


    Lindo.

    ResponderExcluir
  29. Adorei!

    Sigo na mesma espera!
    Hehehehe

    Bjos

    ResponderExcluir
  30. Parece letra de uma música. Muito bonito.

    Você está bem??

    bjos, ótimo fds e feriado
    xau

    ResponderExcluir
  31. Oh, estalos românticos açoitantes que nos fustigam... tá, exagerei.
    É que não sou muito fã desse estilo de poesia, apesar de você ter explorado com maestria. Sou péssimo em interpretar amores alheios.
    Mas não deixe que a minha deficiência te engane, é com certeza um belo poema!

    bjos

    ResponderExcluir
  32. maravilhoso como os outros erica
    beijos ;

    ResponderExcluir
  33. Vc só escreve poemas maravilhosos!
    Adorei esse :D

    Ah, e obrigada por seguir e comentar!
    Tô seguindo aqui tbém.

    bjo
    :)

    ResponderExcluir
  34. Obrigada Querida!
    Estarei visitando, não estarei longe.
    Beijos
    ¥

    ResponderExcluir
  35. Que floresçam as flores mais lindas no teu jardim.

    Beijo-beijo
    ^^

    ResponderExcluir
  36. é tão bom voltar e ler coisas como as suas

    beijos

    ResponderExcluir
  37. AAAAAAAAH, só tenho uma coisa pra dizer e repetir quantas vezes for preciso!

    QUE LINDO, QUE LINDO, QUE LINDO!

    sempre, sempre, os textos mais lindos são os seus, pode ter certeza disso!

    ResponderExcluir
  38. Lindo e lindo!
    E que alcance o seu olhar, o verdadeiro ser que te faz amar!
    E que floresça em sua vida, o real cotidiano da alegria.
    E que paire sobre todo o dia, o alento do mais profundo Sol, seja na praia ou num paiol (capenga¬).
    Beijos, ameeei.

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?