07 outubro 2009

Flor que me encantou...

A dor, meu amor, passou
Tudo em mim era um latejo só
Quase morri
Retornaria ao pó

Mas, meu bem, sabes bem
Sou o exagero em pessoa
Me perdoa?

De ti muito gosto
A vida sem ti, sentido nenhum teria
Beija-me a face
Fala-me das estrelas

Meu amor, a primavera chegou
Uma flor me encantou
É você, meu amor!

(Erica Ferro)



P.s: Poeminha mais besta, sô!
Bobinho, mas bem apaixonadinho.
Enfim, não postaria nada aqui hoje. Não tinha escrito nada, porém me veio aos dedos essas palavras que, pouco a pouco, se transformaram nesse poema meio sem pé nem cabeça, mas gostei.
É que eu sou assim às vezes, meio sem graça, meio sem jeito, meio sem sentido.
É uma boa mistura.
Aquela desorganização que havia em mim não resolveu, mas estou melhor e mais tranquila. Na verdade, a desorganização é uma coisa que sempre vai haver, por mais que eu tente organizar. Há mistérios e complicações em meu ser que eu nunca hei de desvendar e saber. Ou não, posso estar errada nessa minha teoria.
Um dia descubro, enfim, se tinha razão ou não.
Certo, comecei a devanear de novo.
"Pega a doida!" - alguém grita. (Risos)
Até mais, meus amigos!
Fiquem bem.

62 comentários:

  1. Queridaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    Eu nem sabia que existia esse aqui kkkkkkkkkkkkkkk
    Sou um pouco distraída! Desculpeeeeee kkkkkkkkkkk

    Mas adorei e óbvio, ja vou seguir !!

    Linda, muuuito fofo o poema e demais a mais.. se o amor não for um pouco bobo, não terá a mínima graça!

    bj

    ResponderExcluir
  2. Poema bobo, nada, sô. Poesia é isso mesmo: sonhar de olhos fechados, de olhos abertos, dirigindo, trabalhando, almoçando tomando banho... Enfim, é maravilhoso enxergar amor por todo canto que se passa e por onde se olha.
    Legal mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Own,ficou lindo,lindo e lindo *---*
    Amei muito :D
    As palavras conseguiram ficar combinando sem ser repetitivas.

    Beijos:**

    ResponderExcluir
  4. aahh tá linddoo e fofo!!
    *-*
    adoreiii, erica!
    =*

    ResponderExcluir
  5. SAUhSuAhsuh'

    Aaahh... Que modesta, você! :P

    O Poema focou lindo, sim! Bobo e apaixonado? Talvez esse seja o segredo.! (:

    Obrigado pelas suas palavras no último comentário! (: Saiba que tenho um carinho muito grande pelo seu espaço e principalmente por você, Érica!

    Beeijos! ;*

    ResponderExcluir
  6. Bobo nada carai, e sim romanticozinho :D beijos

    ResponderExcluir
  7. Oh, não ha nada de bobinho ai!
    O amor, pode até ser meio bobo, mas ele é lindo,eu mesmo as vezes dou um pulinho neste mundo!

    Obrigada pela visita, pode deixar que vou está sempre aqui (adorei aqui)
    Voc gostou do lay? Que bom, fui eu que fiz!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Poema para os apixonados!
    OAPKSAPOSPK'
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Faz tempo mesmo, Erica. Tudo bem com você? Obrigada por passar flor!

    Ah, seu poema tá muito fofo! De coração... suave, tranquilo. Uma delícia.
    E não tem nada de sem graça, viu??

    Beijos, milhões de beijos.

    ResponderExcluir
  10. O poema está fofo. E isto é um elogio!!!

    Também sou desorganizada, seria isto do nome?

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei :)
    A flor que te encantou!!! Ah!Todas elas me encantam.
    Beijos e um ótimo final de semana.
    ¥

    ResponderExcluir
  12. Poeminha lindo esse!*.*
    E falando sobre suas complicações,todos têm,e acho que devemos dar tempo ao tempo,para descobrirmos as soluções ou respostas que procuramos!Ainda bem que você está melhor!*.*
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei, achei fofo!

    Latejo nem sempre é bom...às vezes é melhor que pare, mesmo. Rs

    Palavras que vieram "aos dedos" foi legal. ^^

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  14. Nossa, falando em poema lindo, eu ameei o seu *-*
    adorei o estilo dele, eu realmente amo poemas =)
    Tô seguindo isso aqui, floor.
    pode ter CERTEZA que eu vou voltar sempre =D
    beijoos

    ResponderExcluir
  15. Menina, eu seria beeeem feliz se os meus 'devaneios loucos' resultassem em poemas tão lindos e bem escritos quanto os seus *-*
    HIUSHDIAHIDUHISAUOH :D
    beijos giirl *: <3

    ResponderExcluir
  16. "Aaahh... Que modesta, você! :P" [2]
    Gostei demais do poema. Menina, o que tem de bobo e sem sentido? Só essas suas palavras de opinião poeta exigente demais, mesmo.
    Seus versos fizeram sentir o mais fofo amor, está lindamente escrito!
    Espero que você possa mesmo se organizar, o que é isso? -Risos. A ordem nesse sentido, é sempre fortemente aliada às conquistas, tente pelo menos (:
    Há coisas que nem devemos entender, mas se o contrário acontecer, o tempo ou a vida mostrarão-nos as respostas... Acredito nisso.
    Beeeijos :*

    ResponderExcluir
  17. anarquismo emotivo, garota! anarquismo!

    ResponderExcluir
  18. Larga de ser boba eriiiica, o poeminha ficou lindo e romântico, não bobo. Amei muito, parabéns.

    Beeeeeijos Diva SAJHSAHS *-*

    ResponderExcluir
  19. oi querida!!

    gostei mto do post!

    To te seguindo viu?
    se puder segue eu tbm ???

    Bjinhos

    atrevidaseatrevidos.blgspot.com

    ResponderExcluir
  20. aa *-*
    muito obrigada, sério mesmo, eu fico feliz com essas coisas :D ahsuioahi
    adorei o seu blog tbm, adoro poemas. e os poemas desconexos são os mais interessantes, dá para imaginar um montão de coisas, ja percebeu?
    beijao!

    ResponderExcluir
  21. Ai que fofinho!! *-* (como diria a minha melhor amiga xD)

    Ficou tão bonitinho, tão docinho...

    Beijinhooo :**


    P.S- já estava com tantas saudades daqui... =7

    ResponderExcluir
  22. Depois que a dor passa é muito fácil perdoar... =/
    Achei fofo o poema!


    Beeijos!

    ResponderExcluir
  23. oi, o poema ficou legal sim, e vc já ouvir falar que quando se poem em ordem as coisas de bagunçeiro ele se perdi? isso msm todo bagunçeiro tem sua bangunça organizada, ou seja ele se encontra no meio daquela confusão e sempre que outro alguém arruma aquilo, ele não consegui mas se localizar/fato então nã ar problema nenhum em ser desorganizado se vc pode muito bem se encontrar nesse espaço bagunçado ^^

    ResponderExcluir
  24. aah, achei o poema muuito fofo também. acho que sou viciada em todo e qualquer tipo de poesia, desde realmente a sinta. e senti a tua.

    aah, muito obrigada pelos comentários carinhosos no meu blog (:

    vou postar um selinho lá pra ti (milagre, porque a preguila nunca permite que eu poste os selos).

    pega lá depois.
    bjão ;*

    ResponderExcluir
  25. Poeminha mais lindo, sô! Amei, muito fofinho. Bem apaixonado tbm!
    Bjooss

    ResponderExcluir
  26. Lindo esse poema, tão sincero e cheio de amor...

    bjosss!

    ResponderExcluir
  27. queria saber da onde vc arranja tanta inspiração pra esses poemas, eles são muito lindos!

    ResponderExcluir
  28. A paixão enche nossa alma de alegria, é sempre bom falar sobre o amor, beeem melhor do que ficar chorando pelos cantos.

    ResponderExcluir
  29. Você escreve e você mesma critica. Qual a palavra que merece abandono quando se é verdadeira?

    Continuemos, Erica...

    ResponderExcluir
  30. erica muito lindo seu poema, encontrei sentimentos nele ;
    beijos

    ResponderExcluir
  31. O seu poema está uma graça. E o amor é assim mesmo: meio sem pé nem cabeça! Hehe
    beijo

    ResponderExcluir
  32. O seu poema besta ficou lindo! Super apaixonadinho e fofinho! Parabéns!
    beijos,
    Sofia
    (http://pirulito-no-palito.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  33. olha ela humilhando até nas poesias agora... hehehehehhe

    poema e tradução de música não precisam de pé nemd e cabeça =p

    ResponderExcluir
  34. GOSTARIA QUE FOSSE SEGUIDORA DO MEU BLOG, AGRADEÇO, FORTE ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  35. Heeey,
    Quee liindo *-*
    Tem nada de besta, nossa como você escreve bem!
    Adoreei.
    Repito até, lindo, lindo, lindo mesmo, rs
    Beeijos, flor.

    ResponderExcluir
  36. Lindo de morrer, como não poderia ser diferente. Me lembrou uns acontecimentos de hoje... Beijo, atleta.

    ResponderExcluir
  37. Ai tá lindo Erica :)
    Dá pra sentir a sinceridade dos teus sentimentos, lindo mesmo querida!

    Bom findi :*

    ResponderExcluir
  38. Liiindo.! :D

    Adorei seu blog.
    Parabens.!

    ResponderExcluir
  39. Parabens! Tem um selo a sua espera no meu blog!

    http://essaexistencia.blogspot.com/2009/10/olha-o-selo-ai.html

    Bjokas

    ResponderExcluir
  40. De repente deu uma dorzinha no peito lendo esse poema. Lindo!

    ResponderExcluir
  41. eu não achei besta não!adorei,também tive uma dorzinha no peito ):

    ResponderExcluir
  42. Adorei, principalmente a parte do 'eu sou o exagero em pesso'. Me fez lembrar de algm: EU! aushuash


    bjo

    ResponderExcluir
  43. sem pé nem cabeça, embora romantico *0*

    ResponderExcluir
  44. No caso do meu poema, tô regando uma flor que nem existe.

    ResponderExcluir
  45. Heey flooor!
    Hiper obrigada pelo comentário lá no blog viu!? Tem post novo por lá!
    esperarei um novo por aqui! =D


    beeijos!

    ResponderExcluir
  46. Como eu gostaria que essa minha dor parasse de latejar... A minha primavera tá tão distante.

    Lindo, como sempre.

    beeeijo.

    ResponderExcluir
  47. Pô adorei! Ainda mais eu que ando numa fase toda romântica...
    Seu blog perfeito como sempre ;*

    ResponderExcluir
  48. Acho que minha flor não floresce, porque o inverno ainda faz-se presente.
    Eu gostei! [+1]
    ;*

    ResponderExcluir
  49. Nenhuma das palavras é boba, todas tem seu fundo de verdade. :]

    ResponderExcluir
  50. Ah, mas é tão bonitinho quando o poema brota assim, do nada, tão sem sentido que fica cheio de significados perfeitos, não é? Pessoalmente, eu considero toda a melhor metade dos poemas de Drummond por exemplo, todos eles bobos.
    Lindo poema bobinho, Erica!

    bjos

    ResponderExcluir
  51. não deve haver pressa. ninguem garante que o amanhã é melhor que o hoje, né? beijinho

    ResponderExcluir
  52. Ah, que graça *-* Daria uma bela musica, sério!

    ResponderExcluir
  53. Num momento de inspiração é sempre bom se permitir.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  54. Erica Ferro *-* minha nova best :DDDD
    Sabia que poemas bobos e apaixonados pra mim são os melhores? kkk/ *ficam massa assim, parece que ficamos mais sentimentais desse jeito :D

    Sobre o que você comentou no meu blog: me desculpa mesmo se toquei na ferida , Erica, não foi minha intenção te fazer ficar assim, revoltada. Juro por tudo, não foi. Minha vontade era despertar em vocês o senso de crítica aos governantes e tal, mas pelo visto fui mais polêmico que deveria, foi péssimo. Juro (de novo) que não vou mais ser assim, tão patético, juro (de novo, de novo).
    Awn, eu fiquei mal com essa :/
    Vou postar algo mais romântico, pra quebrar esse clima de discussão :)
    Perdoa, de novo.

    Beijonas ;*/ játeamo, meu docinho de coco com granulado por cima, lembra? kkk

    ResponderExcluir
  55. Heey flor, hiper obrigada pelo coment lá no blog viu?
    Tem post novo por lá, quando vai atualizar aqui!? =D


    Beeijos!

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?