04 novembro 2009

Metamorfose, não demore...

Mar enfurecido se fez dentro de mim
Agonia constante
Desespero latente
Ah! Estou ficando doente

Ontem o mar transbordou e invadiu a avenida
Um choro desesperado e agoniado chorei
Molhado meu travesseiro ficou
E no meu cobertor a dor se impregnou

Sinto frio e arrepios
O amanhã é incerto
Eu sempre soube
Mas nunca doeu tanto em mim como hoje

A fragilidade parece que me escolheu
Infiltrou-se em mim como água na areia
Veio o sol e secou
E em dor eu me transformei

Quero passar por outra metamorfose
Quero ser cor vibrante novamente
Quero ser riso contagiante
Quero em alegria e confiança me transformar

Isso há de demorar?
Temo não suportar a espera até lá

(Erica Ferro)



P.s: De novo, Erica?
É. De novo, não estou bem. Mas, como sempre, há de passar.
Ando muito angustiada com o final do ano. Sempre foi assim, mas nesses últimos anos a angústia tem sido muito maior e mais aterradora.
Bem, ando tão desnorteada, que nem lendo as atualizações estou. Ah, também não tenho respondido aos comentários. Porém acho que me fará bem visitar os blogs que eu gosto e sempre acompanho. Amanhã farei isso. Hoje, talvez, responda aos comentários.
Sinceramente, não espero contagiar vocês com a minha tristeza. Apenas leiam isso como um desabafo.
E, claro, torçam pela a minha melhora.
Sintam-se abraçados por mim, meus amigos blogueiros.
Até breve.

21 comentários:

  1. ericaaa ): teu desabafo disse TUDO o que tá preso na minha garganta.
    obrigada por versar isso pra mim, não sei se eu conseguiria.

    de qualquer modo, ficou lindo.

    beijos. e um pouco mais de cores pra ti ;*

    ResponderExcluir
  2. por isso que é da raiva que se faz poesia

    ResponderExcluir
  3. Amanhã é um novo dia e de algum jeito vai passar...


    Fica bem!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. que essa mudança, essa 'metamorfose' que tanto deseja aconteça, e que as consequências dela sejam boas e te traga algo que afaste te ti essa dor!
    =)


    bjos, Erica

    ResponderExcluir
  5. É como você leu em meu "P.S." não é só a você que o final do ano traz angústias - não sei exatamente se ele é quem traz, ou nós é que encutimos com ele.
    Compreendo tua dor, meu bem. Sempre passa...

    Obrigada por visitar meu blog.
    Beijo
    ;*

    ResponderExcluir
  6. Torcendo, sim.

    Vai passar, e vai passar logo.

    Ó, pra ti :

    http://www.imotion.com.br/imagens/data/media/83/7257margarida.jpg

    =)

    Beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  7. Só de pensar que o fim do ano ja ta ai meu coração ja aperta...
    Sinceramente, não gosto muito quando os anos acabam, é estranho pensar assim, mas não gosto muito mesmo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. se ela não vem por vontade própria , traga a laço, rsrsrs, pra isso temos de fazer esse tal de "mude" andar bem perto de nós, rsrsrs, pra ser mais fácil usá-lo quando precisarmos, rsrs
    bons dias

    ResponderExcluir
  9. como assim?? fim do ano sempre me deixa empolgada... natal, rever a família, fikar perto de quem vc gosta, ou pelo menos rezar e fikar pertinho dos anjos da guarda... hehehe.. eu tô empolgada pq quero mt q chegue ano q vem neh.. enfim, melhora viu??? animação!! ^^
    bjuss

    ResponderExcluir
  10. OOOOMG, que saudades do seu blog menina. Não aguentava mais não ler seus poemas e textos e... AAAH!
    Pena que cheguei numa época onde o mar não está pra peixes, mas como sempre você vai dar a volta por cima e esquecer dessas tristezas, que vão e vêm.

    beijos. e um pouco mais de cores pra ti ;* [2]

    ResponderExcluir
  11. É, Erika. O que faz a gnt não desistir de continuar é a esperança de que tudo passa.É. Erika, o que faz a gnt não desisitr de continuar, é a esperança de de que tudo passa.

    ResponderExcluir
  12. vai passar sim, sempre passa.
    Acredite (:
    ;*

    ResponderExcluir
  13. quando estamos vivendo um momento ruim e quando ele dói, parece que é uma eternidade... mas acredite, passa, e quando vc menos esperar, ficará bem... e a dor passará...


    bjosss!!!

    ResponderExcluir
  14. Seu desabafo conseguiu me tocar, teve uma epóca que nada, mais nada mesmo, conseguia me deixar alegre ou coisas assim, mais passo.. porque tudo passa, é só questão de tempo!
    Beijos flor s2

    ResponderExcluir
  15. Não fica assim. não!
    NENHUMA tristesa vale a pena, elas só comem o tempo e arruinam seus sorrisos, que devem ser lindos!

    Melhoras minha flor.

    ResponderExcluir
  16. essa utima parte que vc citou no ps não deixe minha tristeza te contagiar me lembro um texto que eu lii ontem( de bispo Marcedoeu acho, vou procurar aqui depois confirmo)pois bem, o texto dizia o seguinte, que seu estado de espiroto é contagiante, se vc estar irritado, não vai demorar muito a perceber outras pessoas ao seu redor irritadas tbm, da mesma forma se vc estar alegre, logo outras pessoa vão estar rindo com vc ^^, ou seja , é impossível eu não entristecer um pouquinho por vc estar triste, então o que me resta édesejar que amanhã vc possa estar bem feliz e nós todos rindo com vc ^^, então bjs e melhoras de espirito tbm :D~

    ResponderExcluir
  17. Oi Erica!

    Tmb ñ ando muito animada ñ, mas sei que vai passar!!

    Nós merecemos ser felizes e vamos ser!

    Estou aqui torcendo por você, melhora logo tá?!... =]

    Beijoooos.

    ResponderExcluir
  18. Sinta-se abraçada também.!

    Essas metamorfoses vem sempre quando a gente menos espera.

    Beijoooooo e melhoras para vc.!

    ResponderExcluir
  19. Fim de ano é mesmo um estresse, eu fico super ansiosa tbm, meu níver chegando, festas, férias, família, amigos. Dá aquele frio na barriga. Não sei se é assim que vc se sente, mas, isso vai passar logo, vc vai ver.
    Mesmo sendo um desabafo, ficou lindo o texto! *-*
    Bjooss e melhoras pra ti

    ResponderExcluir
  20. Tristeza não!!!!

    Sacode a poeira, mulher!!!

    ResponderExcluir
  21. As rimas foram tão legais! Tipo, nunca imaginei usar: soube com hoje. Você é incrível, Érica. Acredite!
    Às vezes o segredo da fortaleza é fingir-se pertencente à ela. Caso fossêmos todos assim, os sentimentos não nos abateriam como ondas gigantescas ao mar bravante. Deseho-lhe que isto suma junto aquilo que deixou-se esvair pelo vento nas águas da sua praia da Pajuçara (é assim? Esqueci o nome...).
    Sempre poderemos ser fortes ou fracos, basta escolher e acreditar nisso. Eu sei que sou capaz e se eu quiser, posso mesmo... com a certeza da realidade e o temor das consequencias. Temos o livre-arbítrio, abstrai isso tudo e opite pelo o quê lhe faz bem!
    Anime-se e viva!
    Beeijos, gabi.

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?