05 novembro 2009

Corpo cansado e agoniado...

Eu me rendo ao cansaço. Eu não aguento mais.
Simplesmente esgotada estou. Nem uma gota a mais, nenhum passo a frente, nem um olhar diferente.
O meu olhar está estagnado, todo desesperançado.
Cansei de olhar pra trás, de correr contra o tempo tentando consertar ou talvez tentar realizar o que eu queria fazer no passado. Besteira! Não dá. Muitas coisas foram deixadas no papel, projetos de castelos que nunca foram construídos.
"Ah, Erica... Você perde a novela da sua vida, mas não quer perder a novela da vida alheia. Pare com essa mania!" - Digo a mim mesma.
É verdade. Quantos dias eu perdi? Quantas dias foram inutilizados? Quantas vezes me adiei?
Ora! Tantas e tantas, perdi as contas.
Por que, então, se eu perco a minha vida, se eu me adio, se eu me mato, eu quero tanto presenciar os momentos alheios? O que eu busco, então? Uma motivação para, finalmente, encenar os capítulos que eu escrevi mentalmente para a minha novela?
"O que é que te acontece, Erica? Por que vives nessa eterna agonia? Por que não vive os teus dias? Por que só sabes a teoria? Por que é tão difícil praticar o que tu mesma teorizas?".
Ah, eu queria puder ir, com força, com graça. Eu queria poder me libertar dos meus fantasmas e monstros.
Ah, eu queria deixar de olhar para o passado, para as mágoas e dores antigas. Ah, eu deveria ter mais otimismo ao pensar no futuro. Afinal, eu sou a protagonista da minha novela. O futuro será belo se eu o construir com esmero, certo?
Por que é difícil, então? Ah, eu sei o quanto dói, o quão difícil é. Só eu sei, aqui dentro, a esmagadora dor, o medo, a angústia...
A novela está sendo gravada. E sem mim!
Que graça tem a novela, que é minha, sem mim?
Não há falas, não há emoções, não há ações. É só o vazio e o passar incontrolável do tempo.
"O tempo não pára", já dizia a música.
Mas, por mais que eu me entristeça com esse andar ininterrupto do tempo, eu sei que ele não é mau. Ele simplesmente é diferente de mim. Ele vai, ele marca, ele cumpre sua missão que é ir.
E eu, o que faço? Fico.
O que eu deveria fazer? No mínimo, tentar acompanhá-lo. Ah, sobre isso eu já escrevi.
"Tempo, tempo... eu quero me apaixonar por ti..."
Teorizar, teorizar, parece que é só isso que sei fazer. Não, nem isso eu sei fazer direito.
Na verdade, não sei fazer nada direito. É tudo quase, quase, quase. Parece disco arranhado.
"Ah! Pára de escrever, Erica. Pára de se lamentar. Vai viver, de uma vez. Pelo amor que você tem por você mesma, pelo menos você diz ter."

Parei.

(Erica Ferro)



P.s: Leitores do Sacudindo Palavras, eu não estou na minha melhor forma. Espero que isso logo passe. Não me agrada esse meu estado. Mas, calma, ontem eu estava pior. Prova de que aquele ditado é algo verdadeiro - "nada como um dia após o outro".
Li algumas atualizações, acho que não todas. Decidi ir em frente. Verei as atualizações futuras.
Espero que não se importem com a minha displicência nesses últimos dias, mas, não é uma promessa, não gosto de fazer promessas por medo de não cumprí-las, daqui pra frente, já dizia a música, tudo vai ser diferente. Eu, sinceramente, espero que seja.
O blog é uma das alegrias da minha vida. Acompanhar vocês, saber o que vocês pensam e sentem é algo muito importante pra mim. Ultimamente é que eu não consigo me sentir bem em nada. Só vejo a dor, o sofrimento. Na verdade, eu mergulhei na agonia e estou aqui, submersa. Mas acho que, aos poucos, estou saindo do lago negro. Aos poucos...

Muito obrigada pelas visitas, pelos comentários que me incentivam e me apóiam. Vocês me fazem melhor, com certeza.
Grande abraço pra vocês, meus amigos blogueiros e até logo.

37 comentários:

  1. Ah, Erica, isto com certeza é "coisa de fim de ano". Depois de tantos dias passados, o fim do ano é sempre meio assim. eu pensei que era só pra mim, mas vejo que não tô sozinha.
    Acho que tudo tem um momento certo... Dias melhores virão, tá?
    Beijos!!! :-*

    ResponderExcluir
  2. como marcelo mayer consegue? pago pau pra ele em todos os blogs aheuhae

    aah, erica, queria não te entender tanto :\ mas, gata, como disseste, tua novela só tem graça quando estás nela. podes retirar e colocar os personages a hora que quiseres.. a decisão é tua. só tua. e não deixa que nada interfira nisso...

    mais cores ainda!

    bjs ;*

    ResponderExcluir
  3. às vezes a vida consome-nos as energias do corpo e desgasta-nos a alma, é preciso uma pausa, entre dois segundos para respirar e poder mergulhar de novo.

    ResponderExcluir
  4. Espero também que isso logo passe! Tenho uma coisa pra dizer: Não deixe a vida te levar, conduza-a você. É curta, é o sentido é ser eterno, e pra ser eterno tem que ser intenso!

    Meu beijo!

    ResponderExcluir
  5. "Eu não sou tão triste assim, é que hoje eu estou cansada."

    Clarice Lispector


    É isso. Vai passar. Tenho certeza que vai.

    Tão importante quanto lutar contra o desânimo, é tentar entender suas causas e respeitar as fases que a gente passa. Um passo de cada vez, Erica. Logo, logo a tristeza se esvai.

    Beijo, flor.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  6. nhai
    sai logo desse mar escuro intão!!
    melhoraaa
    bjusss

    ResponderExcluir
  7. É, desagradavel, finalzinho de ano e tá todo mundo meio.. assim! Sei lá, espero que 2010 dê um pique na nossa vida =)

    ResponderExcluir
  8. Sabe que eu ate sei como vc se sente, eu estava assim semana passada, é uma dor parece que nao passa e parece que nao há nada que te faça melhorar...
    Mas nada mesmo como um dia apos o outro, olha so de semana passada pra ca ja estou bem melhor!
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  9. Erica, Erica...Você sempre diz o que eu sinto, incrível. Essa droga dessa lago negro não quer me deixar sair há tempos. Mas eu sei, e você também sabe, que um dia essa de ficar só teorizando, só assistindo, só aqui dentro com essa dor inexplicável, um dia isso passa. E esse dia se aproxima, pode acreditar.
    E sim, vamos comer, devorar, beber, o que for, 2010.
    :*

    ResponderExcluir
  10. Isso entre aspas, sempre dizem pra mim. .___.

    ResponderExcluir
  11. Que novela? é um filme meu bem, daqueles em que a gente sai da sala de cinema arrepiada. e você tá ali sim, é o destaque, a atriz perfeita, o problema é que você ainda não se deu conta disso.
    Não fica assim, olha pra câmera, e sorria, o filme é todo seu.

    ;S

    ResponderExcluir
  12. [b]é o fim do ano[+1][/b]

    mas é assim mesmo tudo que é bom quando acaba te dar um tristezinha, e pricipalmente tempo, esse quando acaba te dar uma baita tristeza, mais ao invéz de você ficar se lamentando porque acabou, festeje porque você vivencioi isso, mesmo que indiretamente, você esteve lá, quantos não queriam ter estado no seu lugar, então sacuda a poeira mulher, e aprecie e vivencie mais ainda esse tempo que tá chegando ai ^^

    bjs melhoras de espirito pra ti :*

    ResponderExcluir
  13. O cansaço é natural, a volta é sempre mais viçosa.

    ResponderExcluir
  14. Somos duas!
    Meus pés estão cansados, minhas mãos os acompanham. Minha inspiração vive no canto e não há nada que a faça sair dali - do canto intocável do meu peito. Mas não tem problema, eu espero pelos novos ventos.

    Espere pelos novos ventos, pelas boas novas e seu cansaço será amenizado!

    Um beijo, Querida!

    ResponderExcluir
  15. Às vezes a gente cansa mesmo, de tudo. Mas não é hora de desistir, e sim de mudar de ares. Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  16. Sossega, menina...

    Fique em paz, viu? e faça as pazes com tudo aquilo que não está resolvido em seu coração!!!

    Vai ver como se sentirá melhor.
    Pense em Deus, sempre.
    Um beijo, princesinha ♥♥♥

    ResponderExcluir
  17. Interessante, tbm me sinto do mesmo jeito =/

    Essa semana descobri que acabo de perder 365 dias. mas os perdi por sustamente não querer me adiar, por querer presenciar os meus momentos...

    Ai ai ai tão complexo =/

    Bjos, fiquemos melhor!

    P.s.:Vc tem orkut ou algo do tipo?

    ResponderExcluir
  18. Que nada e nem nehum motivo te tire este dom maravilhoso da escrita minha flor :*

    Fica bem.

    (continuo amando cada partezinha daqui)*

    ResponderExcluir
  19. Xará,

    não sei o que está te acontecendo, mas posso garantir que isto também vai passar... Esta é a beleza da vida!

    Bola para frente garota. Eu sempre divido a minha vida como uma prova de 50 metros. Talvez eu até tenha saído mal, virado mal, mas ainda tenho 25 metros pela frente. E bato perna!!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. "Vivemos esperando o dia em que seremos melhores..." Esse é o nosso problema esperar que um dia aconteça, que um dia... Tem que fazer agora pq amanhã é incerto, ninguém sabe. Tbm acho que eu tenho que deixar de ser uma simples telespectadora na minha novela e virar a protagonista. É disso que precisamos, acordar pq a vida é curta.
    Daqui apouco passa, é só uma fase.
    Bjooss

    ResponderExcluir
  21. Ai Erica, nem fale em canseira. Estou exausto também. Não vejo a hora de chegar as férias, rss

    bjos

    ResponderExcluir
  22. Nós somos feitos de fases, e essa fase logo vai passar. Como você mesma disse, o tempo passa; mas ao invés de ficarmos, nós vamos com ele sem que a gente perceba. :)

    Fora que é final de ano, todo mundo quer jogar tudo pro ar e correr pra um lugar sem ninguém.

    Fique bem, beijos.

    ResponderExcluir
  23. Oi, E r i c a!
    Para de te cobrar, menina! Você não tem que viver assim ou assado. Às vezes a resposta da felicidade está na nossa própria natureza. E isso não quer dizer se acomodar, mas sim exercictar a auto-aceitação. Se dê uma trégua!

    Muita energia positiva pra vc melhorar essa canseira! ~~~~~~

    ResponderExcluir
  24. queria ter mais tempo pra ler os blogs. mas mal tenho tempo pra postar no meu.
    adoro os teus textos

    siiim,claro que pode usar. me manda o link quando tiver lá :D

    fiquei bem feliz com isso, brigada :D

    ResponderExcluir
  25. Que texto bacana esse. Muito humano também. Desistir da arte pq ela não compreende a totalidade da prática!? Pq as vivencias saem de forma diferente? Pode ser necessário. E quanto ao tempo, as vezes é dificil saber o tempo que o tempo vai levar pra fazer a gente esquecer de coisas do passado.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  26. hahaha, pra parar com esse cansaso o melhor mesmo é dormir!

    ResponderExcluir
  27. O texto tá lindo!
    Tomara que você melhore! (yn)
    Obg pela visita no blog!
    beijos e bom finde,
    Sofia
    (http://pirulito-no-palito.blogspot.com ~ Blog Atualizado)

    ResponderExcluir
  28. sei que está esgoatda, cansada, enfadada =/
    mas tenta dar a volta por cima, sei que é difícil...mas tenta!
    =/

    ResponderExcluir
  29. Isso acontece taaanto! Ja me senti assim, e adorei sua forma de expressar, me deu uma inspiração. Vou sentar agora com meu caderno e minha caneta, me inpirei para escrever!
    Bjoos

    Ps: que pena que ja tem o selinho.. mas o que vale é a intenção neh, rsrs

    ResponderExcluir
  30. Erica, se você ainda não reparou, TODO blogueiro tem tendência a ser emotivo até os ossos! Se você se vê assim, nessa situação, no fundo do lago negro - isso me lembrou horrivelmente Sobrenatural -. Mas com a genialidade incrível que você tem, ia ser ótimo que você fizesse aquele post que transbordasse alegria! Não acha?

    Beijonas :*

    ResponderExcluir
  31. "Porque é dificil, então?"
    Me pergunto isso a todo tempo..

    Beijoos, ameei o texto

    ResponderExcluir
  32. Mas passa. Tudo passa. Até uva-passa Q

    ResponderExcluir
  33. Gostei do seu blog....
    Espero que essa fase passe.
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. adorei seu blog super top *-* depois da uma olhada no meu ;D bjus

    ResponderExcluir
  35. Nossa, você que é fantástica Érica, sério seus textos são os melhores. E cara, esse lance de parar de escrever e viver, acho que não é assim, a gente pode escrever e viver também. O blog é bom pra desabafar, contar os dias, quantas e quantas vezes eu me alegrei em ler um simples texto. Faz bem pra Alma.
    Já vivi muitos dias "sem mim" também, mas outrora cansa e a gente aprende a participar da nossa história. Continue Guria!
    bj bj <3

    ResponderExcluir
  36. Érica, se o seu quase for o seu melhor, ele valerá pelo inteiro de infindáveis pessoas. Se o seu quase for o que o seu corpo aguenta fazer, então, ele conquistará o pódio do sacrífio. Se o sacrífio for longínquo do que a sua mente e teoria desejam alcançar, esquece de ambas, livre-se de tudo... tente voar nos afazeres e deixar que o ar te conduza, que as estações te animem e que o rodar do dia seja parceiro teu. Como? Apenas vivendo e esquecendo do relógio. Já viu que quando olhamos as horas num dia diversas vezes, o tempo passa e o vemos voar adjunto ao nada?
    Confio em ti, somos todos assim. Querendo ou não, em alguma alvorada encontraremos a solução.
    Beeijos!

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?