28 março 2009

Cansada de ser velha;

Às vezes eu me sinto tão repetitiva.
Faço e falo das mesmas coisas. Reclamo sempre dos mesmos problemas. Choro pelas mesmas tristezas. Me encolho pelos mesmos medos. Tudo tão igual, e tão diferente.
Parece igual, mas eu sei que há algo diferente. Muita coisa acontece no mundo. A planta cresce, o amor floresce, o ódio cresce, a gratidão e o perdão aparecem.
A mudança deve morar em mim, e eu ainda não sei em que parte - no coração, na razão, no fígado? Onde? Como achá-la, usá-la? É como se eu tivesse a chave da felicidade e a chave da mudança, e visse milhares de portas, mas não soubesse onde deveria usar aquelas chaves.
No fundo, sinto quais portas aquelas chaves abrem, a resposta deve estar em algum lugar, dentro ou perto de mim, é preciso achar. Me ajude a achar. Me ajude abrir as portas. Me ajude a ser nova.

(Erica Ferro)

Um comentário:

  1. Ótimo texto. Me identifiquei com a parte de ser repetitiva.. às vezes quero falar coisas, mas parece que tudo já foi dito ou feito antes.. parabéns!

    ps. conheci seu blog pelo blog da Ana ^^

    beijo

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?