07 abril 2009

Me encontrando, te encontro. ♥

Luzes apagadas. Não é hora de acender as luzes. O silêncio do dia paira. O sol brilha.

Ninguém em casa. Tudo para fazer. Mas não agora. Ainda não é hora. É hora de pensar, raciocinar, organizar, reeditar.

Falo comigo. Escuto o que eu digo.

Sou minha melhor amiga. Entendo o que eu digo, concordo, discordo, rebato, desisto de discordar, paro de pensar. E vou
deitar. Quero sonhar que um dia vou te encontrar. É um sonho tão impossível, que é mais fácil gritar:

"Oh, meu menino! Venha me ver, eu amo você."

Você pode ouvir? Não, eu sei. Não tem ninguém aqui. Você não pode me ouvir. Mas eu não posso desistir de ti. Se você não vier, acho que vou te procurar pelo mar, pelo céu, pelo infinito desconhecido. Só paro essa minha busca até te encontrar. Vou te esperar até o dia raiar. Se você não chegar, juro, eu não vou mais esperar. Começarei a te buscar, sei que um dia hei de te encontrar.

(Erica Ferro)

3 comentários:

  1. Oi minha linda!
    Quem ama de verdade não se cansa de esperar não é mesmo???
    Muito lindo o teu texto! Muito bem escrito!

    Você está sacudindo muito bem suas palavras ( Tipo a Lisel Meminger! )

    Uma Feliz Páscoa pra vc!

    Que o coelhinho traga muitos chocolates e muita alegria!!!

    Beijo meu...

    fabricante...

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?