30 outubro 2011

A sua ausência

Hoje é domingo, dia 30/10, penúltimo dia do mês e eu estou aqui, em frente ao computador, tentando lembrar detalhadamente do timbre da sua voz, da cor dos seus olhos e do porquê acho tão contagiante a sua risada. Eu sinto tanta falta de você, tanta, tanta, tanta, mas tanta que chega a doer, sabia? Dói nesse músculo pulsante chamado coração que não sei quem inventou que é onde se guarda quem a gente ama. Eu falei "ama"? Não, eu não sei se eu te amo. Amar é uma verbo forte, sentimento tão profundo, entende? Mas eu gosto de você de uma maneira sincera. Eu gosto muito mesmo de você. Tipo, gosto tanto que o meu desejo era de te ver todos os dias. Não sei explicar, mas quando você sorri, sinto uma coisa estranha na barriga. Não estranha de ruim. Estranha de diferente, de boa. Alguns denominam de borboletas no estômago, claro sintoma de quem está apaixonado (a). Eu não sei se eu estou apaixonada por você. É, não sei de muitas coisas, meu rapaz. Porém, de algo tenho plena convicção: o seu abraço é o mais aconchegante de todos os abraços que já experimentei.
Cadê você, então? Por que não me escreve, não me liga, não me procura? Será que sente saudades de mim também? Não do tipo saudade-esmagadora, essa que eu sinto por você, mas do tipo saudade-pequena-mas-pura-e-não-menos-importante. Será?
Parece uma súplica, talvez seja, talvez seja mesmo, mesmo, mesmo. Mas, por favor, não demore a dar notícias, a me procurar, a dizer qualquer coisa assim sobre você, sobre os seus dias. Mande um cartão-postal, flores, bombons ou um sinal de fogo. Qualquer coisa assim que eu possa saber onde você está e ir correndo ao seu encontro.

Erica Ferro

* * *

Eh bien, caros amigos, ontem eu estava no Gurias Arretadas.
O post de ontem foi sobre música, mais precisamente sobre reggae.
Ficou curioso (a)? Clique aqui para ler.
Um abraço da @ericona, a desvairada.
Hasta!

9 comentários:

  1. Menina, menina... Determine o menino dos seus olhos, porque você anda bandida, hein. rs Brincadeiras a parte adorei o teu conto, parece até que era você (e no fundo deve ser).

    Já comentei, mas para deixar registrado aqui, adorei as cores do blog!

    Beijo, Guria.

    ResponderExcluir
  2. eu lembrei de um tempo em que tudo que eu mais queria era um abraço, mas nao um abraço qualquer, mas este tipo de abraço.. é meio triste a gente querer uma coisa e ela demorar tanto pra acontecer.. mas é assim, um dia acontece dele acontecer.
    bjoo e se cuida!
    p.s: eu curtir e adorei, sua doida!

    ResponderExcluir
  3. é incrível que por mais que o tempo passe e eu me afaste da blogsfera, toda vez que aqui volto, me encanto cada vez mais com a forma com que usa as palavras. Adorei o texto. E quando se está sentindo isso que alguns chamam de amor,nunca sabemos ao certo o que se passa ;)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Também sinto falta de tantas pessoas, de algumas até esqueci a voz, de outras não. É a vida. Beijo

    ResponderExcluir
  5. Por que diabos fazia tanto tempo que eu não vinha aqui na ericona me afogar em palavras bonitas assim?? Porra, tá demais ein? Não muda nunca essa coisa em você de me arrancar reflexões. Ler isso me deixou nostalgica, com uma vontade de correr na casa de uma certa pessoa e dizer ''ó, pouco me importa se você se importa, eu só preciso dizer que EU SIM.'' haahahaha :(

    Lindo, lindo, lindo.

    ResponderExcluir
  6. Erica :)
    Belo texto.
    Adorei *-*
    Mas esepro que não seja veridico,senão estas sofrendo de amor

    Beijos e tudo de bom

    ResponderExcluir
  7. oi gostei do seu blog..e vim lhe convidada a fazer uma visitinha no meu se gosta me segui que eu retribuo..xauzinho bjss
    se seguir deixa o link do seu pra mim retribuir de volta ok...
    http://wanessasonhoseconquistas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Gostei de ler tanta doçura. Foi belo demais! Ontem, li o seu texto acompanhado de musiquinhas fofas. rs! Ficou ainda mais agradável a leitura. A verdade que os teus textos são agradáveis. Com ou sem música.
    Estava com saudades de te ler.

    Beijos, Erica!

    Ah, quero mais coisinhas bonitas assim. ^^

    ResponderExcluir
  9. Oi Erica, que bom voltar a visitar teu blog rsrs
    O reggae inspira,neh? Já me surpreendeu algumas vezes o reggae.
    Curioso o texto rsrs

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?