02 dezembro 2009

Não negue a si mesmo

Não cuspa sua raiva pelas ruas
Nos pés das pessoas
Elas não gostam disso
Dissimule!

Não ande com essa cara amarrada
Solte-a
Vista-se de sorrisos
Dissimule!

Está triste, cabisbaixo, desesperado, estressado?
Não contamine as pessoas com o seu (mau) humor
Engula o que for e...
Dissimule!

Entupa a sua mente com pensamentos positivos
Esqueça os malditos pensamentos negativos
Esqueça dos seus problemas
Esqueça até mesmo de você

As pessoas gostam de teatro
Gostaria de ressaltar a não-generalização
Mas uma boa camada da massa adora uma simulação
Então, dissimule!

Alguns temem o sofrimento
Reprimem-se e oprimem-se
Jogam a poeira embaixo do tapete
Pensam tapar o sol com a peneira

Não querem viver as sensações
Não se dão ao desgaste de uma dor de cabeça de tanto pensar
Não é interessante buscar soluções
O bom é que terceiros nos tragam as tais até às nossas mãos

Seres dissimulados
Sorriem com o peito cheio de dor
E ainda vem dizer-me que isso é força
Isso é fraqueza e fingimento!

Força é encarar os problemas de frente e vivenciá-los
É chorar
É sofrer
É cair
É levantar
É limpar a poeira da roupa
E é seguir em frente

Não dissimule, não!
Seja forte o suficiente para negar-se ao caminho mais fácil
Seja honesto com você
Arranque esse sorriso falso se a tua vontade é de chorar
Sorria se não tem vontade de chorar
Dance a sua música
Faça o seu ritmo
E siga em frente
Ainda que sozinho
Porque, como diz o ditado, melhor só do que mal acompanhado

(Erica Ferro)



Aquele lembrete:
Quero agradecer a todos que já votaram em mim no "Prêmio melhores do ano" do Blorkutando e quem está me ajudando a divulgar. Tem vários nomes que eu gostaria de citar, mas temo esquecer de alguém (não por ter memória fraca e ter esquecido de quem está me ajudando, mas por estar com sono e não estar racionando bem nesse momento, hehe...). De qualquer modo, já agradeci a cada um e agora, aqui, agradeço publicamente de forma mais generalizada.
Vocês são demais! Cada um tem um lugarzinho especial no meu coração, de verdade. E isso não é conversa de político que quer ganhar a eleição, não; é a mais pura verdade.
Bem, a votação irá até o dia 15/12. Então quem ainda não votou, ainda dá tempo. E quem ainda não divulgou, ainda dá tempo também.
As categorias que eu fui indicada, como disse na postagem abaixo, foram a de "Blogueira do ano" e "Blog do ano". Para votar, basta clicar aqui e escolher a minha pessoinha (ui, haha...).
Agradeço desde já e agora vamos ao "p.s"; afinal minhas postagem sempre tem que ter um.

○•○

P.s: Eu sou meio besta, né? Já fiz o lembrete e poderia colocar lá o que eu colocarei aqui. Tudo bem, vocês já devem conhecer meu lado meio lesado (hehe).
Esse conjunto de letras que escrevi aí acima, a postagem propriamente dita, foi um desabafo. Ouvi na rádio, acho que hoje, um fragmento da mensagem do dia; que falava justamente da "força" que tinham pessoas que sofriam e, mesmo assim, andavam sorrindo; como se tudo estivesse bem. Não é que eu ache que devemos andar emburrados e criticando tudo e todos. Mas não é honesto sorrir na frente dos outros, fingir bem-estar e, quando se está só, mostrar a verdadeira face. Prezo pela verdade: se está triste, está triste; que busque soluções para isso; que chore, sim, tudo o que tiver para chorar; não que fique se lamuriando eternamente, mas que não finja e tente reprimir o que lhe dói no peito com um sorriso falso no rosto. Como também não quero defender os que "soltam os cachorros" em quem não tem nada a ver com a situação. Acho que já deu para entender onde quero chegar e o que eu quero defender, né? Apenas não defendo quem finge e engole o sofrimento só para não "contaminar" o outro; só para fazer bonitinho pra alguém. É disso que falo.
Entendem a minha visão?
Acho que por hoje é só.
Fiquem bem.
Um abraço carinhoso da Erica Ferro.

60 comentários:

  1. lugar de poesia não é na gaveta, é na calçada

    ResponderExcluir
  2. hum... o importante é a pessoa ser ela mesma... a vida fica muito mais simples...

    e a pessoa também.

    xD

    :-P

    ResponderExcluir
  3. Erica, como é difícil né? Ser forte...

    é muito bom chorar também, pedir colo. Bom, eu faço isso...

    ResponderExcluir
  4. Mas as vezes é o melhor a fazer, sabe?! Mascarar para desviar à atenção. Não gosto de ser o centro de tudo e ainda mais quando tem aqueles fofoqueiros [Ô coisa pobre, viu?! esses serzinhos].

    Beijo
    ;*

    ResponderExcluir
  5. como dizia Cazuza:
    Eu gosto muito de mentiras sinceras. Isso é a minha cara, porque às vezes uma mentira bem contada... é a tal coisa, eu só quero uma verdade inventada. Às vezes a mentira é tão criativa que vira uma verdade".

    ResponderExcluir
  6. Ah, adoro seus "p.S" rsrs...bom, ams gostei da poesia tbm..um desabafo mesmo..aaa..eu não gosto de chorar na frente de ninguém,mas tbm quando não estou não fico rindo a toa..fico na minha...acho que cada deve encontrar a melhor maneira que possa expressar o que sente sem ser falso ou algo do tipo..
    Espero que ganhe a eleição..
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. pois eh!!! verdade.. pessoas assim soh acabam sofrendo mais... =//
    bjussss

    ResponderExcluir
  8. Dissimular não é o meu forte, não. Se não estou bem, mostro na cara.

    Beijos, Ericona! ^^

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  9. "Não é meu dom representar"

    Ou é, ou não é. Né?!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Ericaaa, já votei em você \o/
    E quanto a sua postagem, eu concordo com você. Mesmo que eu quisesse fingir que está tudo bem eu não consigo, os meus olhos sempre me entregam.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente sou o tipo de pessoa que engole as palavras, esconde o sofrimento, a raiva... as vezes escapa, como esta semana, mas depois me arrependo.
    Beijos! =*

    ResponderExcluir
  12. Queridos amigos,

    É com aquele SORRRISO ENORME que viemos dar as boas novas. O Néctar da Flor ganhou o 1 lugar na Gazetas dos Blogueiros. Não teríamos chegado a essa colocação se não fosse o apoio e a consideração de todos. Queremos dizer que o troféu não é nosso, o número 1 faz parte de uma família que construímos nessa blogosfera. Então, meus amigos, somos o número exato pra multiplicação exata de carinho.

    Beijos jogados no ar, SEMPRE!

    -

    ResponderExcluir
  13. Eis um outro modo de ver as coisas...

    ResponderExcluir
  14. tava mesmo com saudades de passar por aqui o dizer q vc foi brilhante mais uma vez...

    Enquanto lia o seu poema, me lembrava também de outra coisa que acontece muito: a mídia, o capitalismo, quase tudo na verdade (sem querer dar uma cara de sermão p esse comentário) tende a levar as pessoas à alienação. Enquanto o planeta está se acabando, digamos assim, somos convidados a comer, dançar, beber, ver mais e mais Tv, consumir. Quase esquecemos de prestar atenção ao que realmente vale a pena.

    Opa: desculpe encher vc com minhas explicações confusas, :D

    Um Bjoo querida!

    ResponderExcluir
  15. Sou da ideia que é preciso dissimular sim. Porque, se estivermos abaladas, vamos deixar de trabalhar, estudar e outros para ficar chorando porque é para ser verdadeiro? Não. E digo por experiência própria, ninguém que vive choramingando é bem visto, e isso é importante sim, pelo menos para quem vive em sociedade (ou seja...). Mascarar emoções nem sempre é para não mostrar o que se é, e sim para não ficar remoendo aquilo, que fará com que os outros te vejam como fraca. Não tem pra que chororô com plateia.
    Agora, claro que eu sinto, claro que eu choro. Sozinha, no colo da minha mãe, com minhas amigas queridas, enfim, com pessoas que tem a ver com minha vida. Fazer isso na frente de estranhos vai te fazer ser vista sempre como uma pessoa fraca, e a emoção quando não controlada prejudica tuuuuuudo. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Erica,
    Muito obrigada por toda a força que você me deu. Aliás, estou retornando com o No Rose Without a Torn !
    Adorei esse teu poema. Acho que engolir sentimentos é algo horrível, porque mesmo que estejamos "maquiando" nossa verdadeira face, estamos mais ainda arrastando conosco aquilo que não podemos exprimir.
    Fiquei impressionada com teu número de seguidores - seu blog ficou muito famoso!
    Mas Erica, por ser essa escritora fantastica e essa bloggeira tão atenciosa é que vejo como a fama que você conseguiu é merecida!
    Voltarei muitas vezes, ok?
    Beijos e muito mais sucesso pra você !
    Da sua velha amiga,

    Marih Menezes;

    ResponderExcluir
  17. Erica, estou votando em vc...
    Tenho certeza q vc leva essa!!! =]

    E cara, me vi nesse seu desabafo...
    Eu estou assim, estou morrendo por dentro, mas estou sorrindo...
    Acho falso isso, mas ñ qro "contaminar"(essa nem é a palavra certa!) as pessoas, as vezes eu acho que se eu sorrir as coisas vão melhorar por aqui...

    Ah, po hoje é só!!!

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  18. Que mania de se chamar de besta, de burra!! Aff

    Linda, vc é uma amiga carinhosa, vc é engraçada, dedicada, inteligente...
    Eu não quero mais q vc fale assim da minha amiga Erica, viu? rsrsrs

    Se cuida linda!

    bj

    ResponderExcluir
  19. Oi, amiga!!!

    Sou da opinião de que para tudo na vida tem que haver 'bom senso'...
    E olha que quem chegou a concordar comigo, se deu bem!

    Explico: concordo com vc, que não é para sermos dissimulados, é para sermos verdadeiros...
    Sim, mas tem vezes que é preciso 'dosar' e sem fazer teatro: mostrar um pouco do que somos e esconder um pouco tb, (dependendo de com 'quem' estamos lidando...)
    Não significa fazer jogo, isso é detestável, mas agir com certa maturidade e conhecimento, o que não é nada fácil, devido à diversidade de pessoas com as quais convivemos.
    Já passai dos 50 e aprendi que, no emprego por ex., não devo ser dissimulada, mas tb não devo me mostrar 100%... porque sempre fui muito aberta, simples, transparente, E AS PESSOAS SENTEM-SE INCOMODADAS com tamanha naturalidade, ou o inverso: zombam de você.
    Se quiser provas disso, minha linda, vá vivendo e observando...
    Depois me conta.
    Bjsssssssss
    Espero não ter dado um 'nó' em sua cabecinha...
    Qualquer coisa, delete tudo...rs

    Teu poema está muito bem feito. Parabéns, és uma poeta e tanto!

    ResponderExcluir
  20. Cara o que eu vou falar, você é incrível @__@

    ResponderExcluir
  21. Erica,Querida..
    Que banho você me deu!
    Adorei e estou sem palavras!
    Você disse tanta coisa, tanta verdade..
    Maravilhosa, como sempre!

    "O caminho mais fácil, nem sempre é melhor que o da dor."

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  22. bom, ericona, já comentei. vim agradecer o seu comentário. ^^
    muito obrigada!
    Beijo! =*

    ResponderExcluir
  23. muuuuuuuuuuuuuito legal!!!
    to precisando aprender com vc... ando muito extressada....rsrsrrsrsrs
    bjuuuuuu

    p.s:seu blog é lindo d+++++++++++!!!

    ResponderExcluir
  24. não precisei ler o resto do texto
    o primeiro parágrafo foi suficiente
    até porque
    acabei de escrever sobre a minha raiva no twitter

    não que eu cuspa ela nos pés das pessoas
    mas alguma coisa sempre respinga né...

    não
    eu não li só o primeiro parágrafo
    mas só comento ele
    porque afinal de contas
    é o suficiente

    ResponderExcluir
  25. Fiquei muito feliz lendo seu comentário, você não faz ideia :)
    Eu gosto muito de você, de verdade, seus textos e tudo mais :D
    Você é um amor de pessoa, beijos

    ResponderExcluir
  26. Erica, você vive me surpreendendo. Gostei muito da sua poesia! O sarcasmo medido e a sua convição foram essenciais! :)
    Acho que você tá certa. Algumas vezes eu finjo, mas é mais para me proteger mesmo, não pra proteger os outros. Talvez porque eu sou fraca, mas estou tentando não ser.

    Ps: ainda não votei, porque esqueci, mas vou fazer isso agora :D
    Beijos flor.

    ResponderExcluir
  27. Bom, eu não consigo fingir sorrisos. Quando é para chorar eu choro!
    Texto incrível!
    Cada linha.
    Amei!

    Beijos Erica!

    ResponderExcluir
  28. é algo meio confuso, pq tipo, pode ser encarado como uma mera dissimulação hipócrita ou tambem pode-se viver de acordo com aquele pensamento de que os outros não são obrigados a conviver com seu mal humor ou com sua tristeza, pois eles nao tem nada a ver com os teus problemas...

    desculpa a demora, mas até acabarem as provas o blog fica meio de lado mesmo. =]

    ResponderExcluir
  29. A vida social é pura dissimulação.
    "Oi, tudo bem?"
    "Tudo bem"
    Tudo bem?

    ResponderExcluir
  30. Ninguém tem culpa. To colaborando na divulgação. Beijos

    ResponderExcluir
  31. NOssa, vc disse tudo!!!
    Tenho vivenciado isso nesses ultimas semanas.

    Por alguns aconteciemntos, não tenho a minimá vontade de rir. Não estou no espírito da coisa, entende?
    Mas as pessoas querem pq querem que eu gargalhe alto, grite e mostre para todos q estou bem.
    Mas coooooooomo, se não me sinto assim?

    Outra coisa que me deixa com mais raiva ainda é qdo estou chorando e alguém me manda parar de chorar. caramba, até nas minhas lágrimas querem mandar?

    Pois saibam que vou chorar até o dia que eu achar que devo. Até o dia que não houver mais dentro de mim uma nuvenzinha se quer!

    É isso =/

    Desculpa, foi meio que um desabafo.

    ResponderExcluir
  32. Olá moça.
    Nao gosto de dissimular, nem que dissimulem perto de mim, gosto de verdades inteiras, daquelas que ferem, que causam, mas ora, sao verdades e o melhor é gritá-las!
    Beijao.

    ResponderExcluir
  33. E como sempre eu fico bege, com seus poemas!
    adoro, lindo, lindo e lindo!
    :)

    ResponderExcluir
  34. Ah, Érica... Que revoltada você!
    É verdade que a sociedade impoe máscaras e que a maioria das pessoas as vestem, mas, sabe? Passar alegria para o próximo é algo muito bonito e ajuda a melhorar o que estiver ruim dentro da gente. Sorrir é bom pra quem o faz e pra quem o recebe... Sorria!

    Também gosto muito de você. Amei muito o texto e a crítica. MAs, deixa essa revolta pra lá, vai?

    ^^

    ResponderExcluir
  35. gosto muito dessas suas poesias, sério. :)

    ResponderExcluir
  36. estou com o mesmo pensamento que você, pena que não sei colocar tão bem em palavras. Mas acredito que todos temos que lutar, ao invés de ficarmos sentados e reclamando da vida e dos problemas que ela nos traz.

    Adorei seu comentário no meu blog, fico muito feliz em saber que sentiu a minha falta. Você é uma fofa! Beijo.

    ResponderExcluir
  37. Linda,

    As vezes ser "politica" cai bem... não da pra chutar todo mundo pelo meu mal humor... e nem fingir ser boa o tempo todo..
    Um equilibrio é sempre bem vindo!! rsrsrs um meio termo...opa..isso da certo!!

    beijocas

    ResponderExcluir
  38. Erica, me perdoa se eu não consegui me concentrar na poesia: só consigo te imaginar ganhando o prêmio de blog e blogueira do ano! Juro pra você que se não ganhar, vou ter uma crise séria de ódio do blorkutando. suhaushuashuah

    Beijo, te amo! Saudade daqui ^^

    ResponderExcluir
  39. omg
    parace que voce fez isso pra mim erica.
    tocou la no fundoo
    beijos ;*

    ResponderExcluir
  40. Fingir pra que? Pra que fingir que é forte se por dentro se sabe que é fraco?
    Amei o poema!(como sempre)
    Bjooss

    ResponderExcluir
  41. sou forte.
    e vou dar um soco o próximo dissimulado que me aparecer pela frente. porque tô cansada deles, juro.
    aheuhaueh
    oown, ericona. adorei o que escreveste.

    beijo enorme e boa sorte no blorkutando ;)

    ResponderExcluir
  42. No caso da tristeza, eu acho que dissimular é uma questão de respeito com os outros. Quando você vê alguém triste, você se entristece (a menos que você seja um fdp de alta escala).
    Por isso, eu sou adepto de dissimular a minha tristeza. Por mais destruído que eu esteja, eu me recuso a causar danos colaterais a quem não tem nada com isso.


    bjos

    ResponderExcluir
  43. Olá Érica!
    Tão bonito o que você escreveu.
    Me desculpe a ausência, mas mudanças ocorrem.
    Beijos
    ¥

    ResponderExcluir
  44. Linda e verdadeira :*

    Bjx mega doces pra voce flor ♥

    ResponderExcluir
  45. Oi, queridonaaaa!

    Respondi lá no blog, e repito aqui : é claro que pode postar o texto, será um prazer, pra mim.

    Me avisa quando, tá? Faço questão de passar lá, para agradecer o carinho. ^^

    Beijos, dois, para um fds bem lindo!

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  46. Eu te entendo perfeitamente.
    Acho que as pessoas tem que ser transparentes e demostrar o que elas realmente está sentindo.
    Beem, mas no final quem tem q se enteder é propria pessoa, ela demostrando ou não como se sente.
    Boa Sorte na eleições para ti.
    Você é uma forte pretendente.

    beijos :*

    ResponderExcluir
  47. é finge nem sempre é melhor, quer dizer nunca é o melhor, mais acontece que falar a verdade se abrir tbm não é facil, entãoeu cho quemaisque aceitasse, é lutar contra si mesmo, otimo texto :*

    ResponderExcluir
  48. Quase uma saga contra o des-sofrer, Erica.

    Continuemos...

    ResponderExcluir
  49. ser vc mesmo é o que importa o resto vc vai galgando devagarzim.....

    bjaooo

    ResponderExcluir
  50. Já comentei nesse post, mas me deu vontade de vir só pra deixar beijinhos! rsrs

    Então::
    Beijoooooooooooooooooooos.

    ResponderExcluir
  51. liindo o texto!!
    adoreeiii..
    ninguém é obrigado a receber problemas de ninguém nao, principalmente quando nos leva para baixo!
    ;)


    bjooss

    ResponderExcluir
  52. Olá!!!
    Tens razão em cada palavra, se não é razão, é verdade... na maioria das vezes dissimulamos para viver, ou seja, não vivemos! é triste mas ao mesmo tempo interessante. Queremos camuflar os sentimentos porque aparentemente é "ruim" e não conseguimos perceber que a vida tem uma escada imensa... ao pular um degrau, ao deixar de viver um momento, novos iguais virão... sem que ao menos tenhamos sabido resolver... dissular a vida é não viver e criar "um problema", ao viver um sofrimento por exemplo ele pode virar lá na frente uma alegria ou uma lembrança... mas pode ser um eterno problema também...

    Belas palavras!

    Beijos

    ResponderExcluir
  53. Força é ser verdadeiro. Exatamente como você disse.

    Adorei o blog, vou favoritar, ok?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  54. Precisamos mesmo inundar o mundo de sinceridade... parar de fingir, de atuar... há uma pressa pela verdade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  55. costumodizer que :

    ou a gente faz poeira,
    ou come poeira...

    você é linda !!!!

    beijos no coração

    ResponderExcluir
  56. Ahh, adoreeeei seu poema *_*
    Sabe, tem razão; não adianta fingir que estar bem, eu já passei por isso e é horrível.Chore tudo o que tiver dentro do coração, e sorria, libertando todo o mal que existe dentro de você :D

    Paraaabéns \o/

    beeeeijo *_*

    ResponderExcluir
  57. Difícil esquecer alguém, imagine a mim mesma?!
    Vooooooooltei, o ENEM acabou!
    Mas eu votei em ti, hein gatinha?
    Booooooa sorte!
    Beijões.

    ResponderExcluir
  58. aaah, erica querida, mas sabe qual o problema? ninguém vai gostar de saber para o que darei adeus nesta semana que chegou. nem mesmo você :/
    e, mesmo que seja temporário, será difícil.
    MUITO DIFÍCIL.

    beijo grande e atualiza logo isso aqui!! antes de quarta, por favor aehuahe

    ;*

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?