19 julho 2009

Duas almas, dois corações e um amor inesgotável!

Ai...!
É uma dor intensa, forte, cortante.
E um grito explode da garganta.
Já não aguento.
Não consigo mais suportar.
Assassinato ou suicídio?
Tenho que matar isso que está a me consumir, a me destruir.
Eu te quero, você não percebe?
Eu preciso dos seus olhos em direção a mim.
Eu preciso da sua voz ecoando nos meus ouvidos, me falando coisas de amor, coisas apaixonadas, lunáticas.
Mas são só lembranças que eu tenho de ti.
Perdi as esperanças de te ver mais uma vez, de te abraçar, de ver o brilho do teu olhar ao me olhar.
Por que não vem me ver? Por que não deixa eu te ver? Que mal há? Não me amas mais? O que eu disse? Te fiz mal? O que eu te fiz pra você me desprezar assim? Por que colocaste uma parede no meio de nós dois? Por quê?
Eu estou morrendo. Sabe o que é falta de ar?
É isso que sinto sem ti. Parece que meu tempo de vida está se esgotando...
Você é o meu alimento, o meu sustento.
Me salve, não deixe que eu morra. Eu, sinceramente, não quero morrer. Eu queria viver uma vida com você. Mas você parece não ter esse mesmo querer. Por isso a vida já perdeu a cor, o brilho...
O amor que eu sinto me sufoca.
Não! Não é o amor que me sufoca, é que eu coloquei fermento nesse amor. E ele cresceu, como um bolo no forno, cresceu e cresceu... agora me sufocou, tomou conta de todo o meu ser. Cadê você?
Só você podia me tirar dessa agonia...
Só a você eu poderia dar metade desse amor, para não morrer asfixiada.
Na verdade, eu daria todo o meu amor.
Não, não... Não daria, porque te mataria.
Te daria, aos poucos, então...
Assim viveríamos de pitadas de amor.
Assim seríamos felizes...
Assim seríamos completos.
Duas almas, dois corações e um amor inesgotável.

(Erica Ferro)

20 comentários:

  1. Por vezes o amor enche-nos tanto que nos sufoca...

    Lindo texto.

    beijo grande =*

    ResponderExcluir
  2. Tudo em demasia sufoca, mesmo um sentimento bom, ainda não sei bem viver com ele nem sem. O jeito é viver transpassando o sufoco que ele causa.

    ResponderExcluir
  3. "Assim viveriamos de pitadas de amor"

    lindo de mais querida *---*

    ResponderExcluir
  4. O amor preenche, leva a grndes alegrias, a emoções mas também pode sufocar. Amar é sempre vai ser amar!

    ResponderExcluir
  5. O Amor nos faz ficar assim mesmo...com um desejo insurpotável de ter a pessoa amada por perto!

    Amei o seu texto!!!*-*

    Bjins...
    ;*

    ResponderExcluir
  6. Nossa Erica sera que estamos passando pela mesma situaçao?
    Esse seu texto disse tudo do como eu tenho me sentido nos ultimos dias, serio!
    Nem preciso dizer que adorei...
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. o ideal seria amar sem sufocar, mas é impossível. As vezes senti-se falta do sufocamento, e olha que eu achava que era saudade...
    bjo

    ResponderExcluir
  8. menina, que texto profundo *-------* bem que ela me falou que estava demasiadamente apaixonado e isso é fato: está! mas eu sou uma eterna romantica e achei tudo isso muito fofo, PARABÉNS garotina :D

    ResponderExcluir
  9. te daria aos poucos, pq todo de uma vez de mataria...

    ( sei muito bem como é isso! ;)

    !!!
    muito bom =)

    ResponderExcluir
  10. o amor não pode sufocar, o amor é ar, é vida, é fluir....
    Maurizio

    ResponderExcluir
  11. Parabéns !
    Ás vezes quando o amor é demaais ele nos sufoca de tal maneira que chega ser insuportável, aí deixa de ser amor !
    Ótimo texto :)

    ResponderExcluir
  12. Ah o amor contido e sua terrivel duvida de revelar-se!

    ResponderExcluir
  13. "Assim viveríamos de pitadas de amor"

    Lindo isso, sacudidora de palavras! Muito lindo mesmo... Assim como todo o texto.
    Apesar de dar uma agonia ao ler...
    Um sufoco mesmo...
    É o sentimento do teu texto chegando aos seus leitores e os fazendo viajar nas tuas palavras lindamente sacudidas aqui, viu só??!!!

    Gosto muito do que escreve, vc sabe disso!!!

    Tenha uma semana de LUZ!!!

    Ah! Feliz dia do amigo!!!!

    Beijos nesse coração bonito!

    ResponderExcluir
  14. Texto ácido e doce... não sei se te aplaudo ou te consolo, de tanta emoção que eu vi em tão pouco espaço.

    ResponderExcluir
  15. Feliz dia do amiiiiigo amiga blogueira...rs
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Obrigada Erica, e que Deus te ouça!
    Nunca ganhei no Blorkutando...uma vez fiz uma carta show..mas não ganhei. =/

    beijos.

    ResponderExcluir
  17. oii ! tudo belê ? (dscp a intimidade)
    Olha só, postei sobre Rock no blog, e o texto ficou em 3º lugar. E o blog tá de lay novo, vai lá ver ?
    beeijos rockeiros.

    ResponderExcluir
  18. Gostei do texto apesar, de acreditar que amor é algo que elevaaaa

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Erica Ferro é vc??
    É este texto é realmente de sua autoria?
    É que ele estar simplesmente LIIINDO por demais.
    Me lembrei até de alguns livros do periodos literarios,este "poema" estar nessa sintonia e como as cartas ou alguns trechos da Barca dos Amantes.

    Ameeei *-*

    Parabéns :*

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?