01 setembro 2011

Quando voltam...

Ah!
As minhas
reminiscências melancólicas

voltaram vigorosamente
Restituíram-se as cores,
o som
e o sabor delas
As cores, vibrantes
Desconcertantes
O som, agudo
Ensurdecedor
O sabor, sangue
O meu sangue
Malditas recordações!
Sugaram-me as forças,
se apossaram
de minh'alma
com tamanho furor
que me roubaram
a sanidade,
a vontade de continuar
a insistir nessa coisa de
viver,
de continuar fingindo que
eu sou membro dessa
sociedade suja e hipócrita


(Erica Ferro)

9 comentários:

  1. Erica e ai como vai?
    Adorei o texto :)

    Olha,desejo a você um excelente final de semana
    Tudo de bom
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que bela Poesia.

    Um lindo final de semana flor. beijos

    ResponderExcluir
  3. Elas sempre voltam mais fortes do que foram, Erica, sempre...

    =\

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. E dona Ferro volta aos poemas!

    As recordações são os que nos tornam únicos e o modo de lidar com elas também. Por mais dolorida que possa ser, o ato de lembrar, em meu ver, é sempre admirável.

    ResponderExcluir
  5. Ah, mas eu tenho tanto disso, vez ou outra as recordações me fazem uma visita inesperada e de prontidão me deixam cabisbaixa, é que elas machucam, mesmo as felizes. Beijo, Erica.

    ResponderExcluir
  6. Érica, quanto tempo rsrsrs Sumi,mas acho que voltei rsrs

    E sabe que quando eu li seu poema eu lembrei que o mais importantes eh pra onde direcionamos nossas energias, eu não quero mais desperdiçar minhas energias com coisas que não valem a pena rsrs

    Xero

    ResponderExcluir
  7. Senti que o poema também não escapou das influências Agostinas.Afinal, começa Setembro mas Agosto ainda não acabou... Bonito, muito bonito.
    Que a vontade de insistir volte!
    beijão

    ResponderExcluir
  8. Essas recordações que voltam para nos tirar (ou nos colocar) na realidade..

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?