23 junho 2010

amor que me emudeceu

As palavras que tanto queria dizer a você
ficam presas em meu coração
flutuando por minha mente
me prendendo a uma mudez que eu não queria

E eu grito meus segredos em pensamento
e rezo, mentalmente,
para que você escute
e que saiba que é você
quem faz as rimas em forma de mão
que me arranca o sono e me faz pensar
em como seria bom se eu rimasse uma bela poesia
que eu traduzisse o amor que corre em tuas veias
em um beijo
e que de amor fôssemos criados e (re)criados
com o nascer da aurora.

(Erica Ferro)

* * *

Sim, é um post de Erica Ferro. Não, não morri; quem disse isso mentiu feio pra você.
Os posts estão sendo semanais, é isso? Vixe, não gosto disso; mas tudo bem, isso é o de menos.
A situação no nordeste está realmente séria; as chuvas castigaram bastante Alagoas e Pernambuco. Moro em Maceió, na capital de Alagoas; a minha cidade não foi tão afetada, tão destruída como muitos municípios aqui do estado. Muita gente desabrigada, muita gente desaparecida, números significativos de mortes confirmadas; enfim, uma tristeza que se assolou sobre o nordeste. Há campanhas que estão circulando pela Internet, que é justamente o SOS ALAGOAS e SOS PERNAMBUCO. Pelo o que eu entendi, dá para ajudar, também, por aqui, pela internet. Então, se você puder ajudar, da maneira que você puder, como você puder, saiba que estará minimizando, pelo menos momentaneamente, a agonia de várias pessoas.
Desde já, fica o meu muito obrigada e o meu abraço a vocês.

60 comentários:

  1. Por que a gente teria que dizer alguma coisa, na esperança de que algo mude? Por que eles simplesmente não interpretam nossos sinais, nossa vontade provavelmente estampada em nossa cara? Ser tímida, ser mulher, tem seu preço. O preço de temer que, talvez, se não dissermos nada e eles ficarem quietos, o amor não passe de uma via de mão única, o relacionamento nunca ocorra de verdade. Nesse caso, viva as corajosas! Infelizmente não me encaixo nesse grupo.

    Essa é mais uma época em que as pessoas precisam demonstrar solidariedade. Vou procurar alguma forma de ajudar daqui da Bahia. E que as chuvas cessem, meu Deus!

    ResponderExcluir
  2. Essa vida não é fácil, Ericona... é muito triste [até dói] ver pessoas que já tem tão pouco perder ainda mais... inclusive algo tão precioso e raro como a vida.

    infelizmente existem leis naturais que manifestam crueldade... para ajudar definitivamente deveríamos fazer com que elas tivessem mais recursos... [pois quanto mais, mais; quanto menos, menos]

    mas quem pode levar algo assim realmente à sério no tempo devido...

    o "tempo devido" não é só quando há dor intensa, mas em todo o tempo.

    Espero que os brasileiros cuidem dos brasileiros... pq do jeito que tem sido nas últimas décadas, é como se um indivíduo dono do corpo só cuidasse e olhasse pela sua saúde quando estivesse demasiadamente debilitada...

    :(

    :/

    ResponderExcluir
  3. Difícil é permanecer calada e, ainda assim, esperar que o silêncio seja compreendido.

    Pior que isso é minha mania.

    Bonito texto! *-*

    ResponderExcluir
  4. Eu ficava com o sentimento na mente e no coração, até que comecei a me declarar, mas os ditos cujos correram de mim, só um ficou, amo ele a cada dia mais e mais. Beijo

    ResponderExcluir
  5. E não há muito o que fazer. Elas têm o querer delas que é bem maior que o meu, ou melhor, mais forte. Que elas fiquem presas lá dentro, se debatendo. Um dia escaparão pelas frestas.

    Triste a nossa situação, de todo o Brasil. Peço a Deus que tudo melhore de algum jeito.


    Um beijo, Poetisa.

    ResponderExcluir
  6. [acredito ser o silêncio, o estado natural de toda a poesia e tudo que evoca: o amor se detém, o amor se contém, a palavra conhece mais veículos que o sopro da voz, na forma dos lábios... o silêncio está mais além]

    um imenso abraço, Erica

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  7. As palavras que eu queria dizer tambem estao presas dentro do meu coração .-.

    ;*

    ResponderExcluir
  8. Só o silêncio, em grande parte do tempo já vale muito a pena... Com um olhar por exemplo, que acompanhado do silêncio fica tão mais mágico e impactante.

    Adorei esse texto em especial, Erica!

    -- --- -- --- -- ---

    Financeiramente não, mas, o clamor de um cristão pode muito em seus efeitos. Estarei orando e pedindo à Deus para que esse povo se erga novamente.

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  9. Sim, temos que ajudar de alguma maneira. Que a dor diminua com o tempo...


    beijos, moça linda!!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, ainda bem que essas chuvas ainda não chegaram por aqui por Natal.
    Eu queria ter metade da sua inspiração pra escrever.
    beijos!

    ResponderExcluir
  11. Sublime como a chegada do amor.
    Feroz como a paixão
    Belíssima como minha querida amiga poeta
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Se pensamentos fossem transmitidos seria muito bom, poupariamos a coragem de dizer e ouvir o contrário do que esperamos. Muitas palavras seriam soltas, nem todas para um amor.

    Li sobre as chuvas, todo ano é isso, cada ano em um parte do país, aqui está tendo recolhimento de donativos para enviar para as pessoas desabrigadas, espero que a chuva passe logo. É muito sofrimento.

    ResponderExcluir
  13. Se pudessem escutar nossos pensamentos, teríamos prazeres e problemas imensos, né, Ericona? ;)

    * Terrível, mesmo, o que as chuvas fizeram por aí...

    Beijo, flor.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  14. Só pensar e não agir é um problema. E eu sofro desse mal. Não o que pode ser. Talvez seja o medo, a vergonha, a falta de vontade de escutar um não sempre que tentar. Mas a vida é assim...

    A situação no nordeste está horrível. Sinto muito por eles e sofro juntos com eles. Deve ser terrível passar por momentos assim. Graças a Deus eu nunca passei por problemas assim. Espero que tudo se resolva.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Ainda bem que postou. Seus textos como sempre caindo perfeitamente na ocasião que estou passando.É preciso que haja amor,e que fossemos mesmo recriados com amor. Lindo poema.

    E sobre a situação no Nordeste,oro muito para que tudo se resolva,vi os acontecimentos no jornal e fico triste com toda essa tragédia.Espero que pela internet,cada um possa ajudar fazendo sua parte e mudando alguma coisa nessa situação ruím que está passando as pessoas das cidades afetadas.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Poema lindo,lindo,lindo e lindo!
    E quanto a situação de Alagoas,vou ajudar assim que puder.
    Fazer bem é sempre bom,não é?

    ResponderExcluir
  17. Adorei! muito lindo...

    beiijo,
    *.*

    ResponderExcluir
  18. Oii Erica

    Ah que lindo.
    Amoor Amoor.
    È tão bom amar alguém.

    beijos e bom fds ( bom jogo do Brasil ! )

    ResponderExcluir
  19. A mudez é algo que realmente atrapalha na maioria das vezes. Já fui vítima.

    Obrigada por visitar meu blog, acabei de atualizar, quando puder volte (:
    beijos !

    ResponderExcluir
  20. Prufundo, coisa de Erica. Sem muito drama, ai não é coisa de Erica. rs Mas, gostei!

    Sabe, eu penso que se fosse a gente colocada pra adivinhar nossos pensamentos, a gente não ia conseguir. Mulher é bicho estranho e homem não é vidente. rs O bom mesmo é soltar a lingua. =P

    ResponderExcluir
  21. Lindona, eu ando acompanhando tudo pelos noticiarios, triste demais.
    Espero e rezo pra que tudo melhore .

    Tem tanta palavra engasgada aqui :/ rs

    Beijoo

    ResponderExcluir
  22. mt triste msm... cada ano a chuva pega uma região do brasil... tá ficando difícil.. =[
    bjsss

    ResponderExcluir
  23. Ser cria - re-criar-se no amor e de amor é bom demais.

    Saudade de você. Andamos sumidas, as duas. Sopro daqui, sopra daí.

    Beijoca, queridona!

    Ah, e o Nordeste? É chuva, é seca, é tanta dor - cada uma do seu lado da corda. :(

    ResponderExcluir
  24. Sonhar é preciso.
    No sempre.

    Continuemos, Ferro.
    Salvem o Nordeste!

    ResponderExcluir
  25. Meus posts também estão sendo semanais, e não gosto disso :s
    Mas a inspiração e o tempo me fogem... rs
    Tudo é superável! Espero que logo voltemos a postar com mais frequencia. Suas palavras estão como sempre lindissimas! :)

    ResponderExcluir
  26. Menina Sacudidora de Palavras...
    Mais um doce texto teu! =)
    Que bom te ter por aqui!
    O amor, faz coisas conosco... Coisas indefiníveis, que só a poesia é capaz de nos aliviar.
    Eu escrevo, muitas vezes, para parar de me doer!

    Olha, estou incluindo o teu estado em minhas orações... Vai dar tudo certo.
    As coisas acontecem com um propósito. Acredite.

    Um beijo enorme nesse coração bonito e um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  27. Essas coisas de amor nunca são fáceis, né?! Ô vida!

    Pois é, é triste mesmo ver as pessoas que não sabem nem que direção tomar depois de perder tudo, acho que só tendo bastante fé e força de vontade.

    =)

    ResponderExcluir
  28. Acho que nem preciso dizer que está lindo né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. E você arrasa com esse belo poema quase declaração.
    Grite suas palavras em pensamentos mas as escreva para podermos ler.
    Muito bom.

    ResponderExcluir
  30. algumas palavras simplismente não conseguem sair neah...
    lindo poema.

    ResponderExcluir
  31. que palavras lindas sobre o amor!

    ResponderExcluir
  32. Poxa! tô emocionada *.* sou de alagoas sabe?
    tristeza aqui! bonito de tua parte! feliz por vc ter voltado! bjo!

    ResponderExcluir
  33. Érica, é preciso vencer a timidez..

    Ah, e o nordeste já tão sofrido e sofre ainda mais.
    Aqui vou dá uma ajuda na UFS que está organizando levar ajuda pra lá e tal.

    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Ericona, você sabe a minha opinião (e a da blogosfera inteira) sobre esse seu silêncio, então nada a declarar. rs Mas ficou muito "Ferro" esse seu poema! (:

    E forças, flor. Que todos fiquem bem por aí! (yn)

    Beijos
    :*

    ResponderExcluir
  35. Seria tão mais fácil se as vezes fossem capaz de ler nossos pensamentos, entender nossos sentimentos, seria tão mais compreensivel de se viver.
    Adoro seu blog, bjs.

    ResponderExcluir
  36. É importante,só importante não... é importantíssimo! O amor,a compaixão e a solidariedade,sentimentos incomparáveis,indescritiveis e que temos,todos nós,e não custa nada.
    Quem sabe algum dinheiro,mas nada vai compensar os sorrisos gratos destas pessoas que perderam não só bens materiais como parte de toda uma história pessoal.

    Besos.

    ResponderExcluir
  37. Nao sei o que faço com as palavras que guardo - quero deixa-las ao vento e no coração do destinatario.

    ResponderExcluir
  38. Oi Érica!
    Ah que composição linda! admiro este tipo de expressão, coisas que considero difícil de se fazer-falar muitas vezes, sabe.

    Espero, de verdade, que as chuvas se minimizem por ai.

    Cuide-se!

    Abraços

    ResponderExcluir
  39. O importante é que as palavras te eternizam, mesmo que semanalmente. Beijão Ericonaaa :D

    ResponderExcluir
  40. Érica continua escrevendo graciosamente bem... e tem palavras que não nascem para serem ditas mesmo, rsrsrs
    bons dias

    ResponderExcluir
  41. Visitei aqui pela primeira vez e já estou apaixonada. Suas palavras expressao tao perfeitamente seus sentimentos *-*
    beijos

    ResponderExcluir
  42. Coisa triste o que está acontecendo com os irmãos nordestinos... Coitados! Quando não é seca e chuva demais. Vou ver o que eu faço pra ajudá-los.

    "E que saiba que é você
    quem faz as rimas em forma de mão"

    Essa paret me lembrou um trecho de música: "Sei rimar romã com travesseiro" huahauahua Sabe-se lá porque. (Sou maluca) Adoro sua poesias, você é muito boa nisso.

    Abração, Ericona!

    ResponderExcluir
  43. Oiie! Aqui é a Lary do blog Dream Girls to passando pra dizer que tem selinhos pra vc no meu blog.
    http://dreamgirlsteen.wordpress.com/2010/06/28/atualizacoes/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  44. Flor, adorei seu blog.. Transpira amor.. E esse texto? Que coisa mais linda... Amei tudo aqui...
    bjok

    ResponderExcluir
  45. De amalgamas, vazios e silêncios também somos feitos, mas não só disso, né?!
    Tá lindo.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  46. Nossa, que horrível a situação de Alagoas e Pernambuco, já tinha ouvido falar que as coisas não andavam muito boas, mas não sabia que iam tão mal assim D: Eu também moro no Nordeste, Mossoró-RN, mas Graças a Deus as coisas por aqui não estão tão sérias assim :/

    ResponderExcluir
  47. Eu não sei como, mas você simplesmente colocou em palavras e transformou em poesia o que tenho sentido nos últimos dias. Lindo, simplesmente lindo!

    ResponderExcluir
  48. ameei demas
    mudei tudo passa no meu blog :D

    ResponderExcluir
  49. Lindo os teus versos mudos! Primeira vez em seu espaço, li alguns textos e gostei muito, parabéns!
    Sou de São Paulo e vejo todos os dias nos noticiários sobre o que está acontecendo por ai.. Tomara que tudo se recupere muito em breve por ai e que o sertão desista de virar mar!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  50. amei a poesia, como sempre.
    =)

    e ajudar nunca é demais né?

    =p

    ResponderExcluir
  51. Que haja o Sol aí no Nordeste para iluminar a vida de todos, Ericona!

    ResponderExcluir
  52. Muito lindo esse poema, adorei! O blog é perfeito tb, bjoo

    ResponderExcluir
  53. Oiii!
    Fazia tempo que não passeava por aqui!
    Que linda poesia, adorei!
    BJos!

    ResponderExcluir
  54. é bom morrer ao lado de quem se ama numa noite e renascer sobre a ótica da aurora.

    ResponderExcluir
  55. Erica, você escreveu esse texto pra mim?!
    Andou lendo minha mente?!
    Vivo mandando recadinhos “mentalmente” pra uma certa pessoa!!
    Aaah, como eu queria que ele ouvisse! rrs

    E essa chuva realmente castigou muitas pessoas, aqui no Rio(mas precisamente em Niterói – onde moro) também foi “babo”!
    Não vejo a hora disso acabar, chega de ver pessoas sofrendo né?!

    Beijinhos Mil.

    ResponderExcluir
  56. Que poema...
    Erica a cada dia teus poemas ficam mais tocantes...
    Amei!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  57. Porque na hora H as palavras não saem, decidem brincar de esconde-esconde.

    Ê nordeste! Minha tia disse que perto da onde ela trabalha a situação está terrível.
    É a natureza tomando seu espaço de volta.

    ResponderExcluir
  58. Que lindo!
    Não sabia desse seu lado poetisa!

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?