03 maio 2015

Swimming Open Championship CAIXA Loterias 2015

Oi, criaturas bonitas! Faz um tempinho que não posto nada aqui, né? Sabe como é, dar conta da vida de atleta e de universitária às vezes é bem complicado. No entanto, sempre que possível, venho aqui e tiro as poeiras do meu querido blog. Afinal, além de nadar e estudar as mais variadas facetas da Biblioteconomia, uma das coisas que mais me proporciona alegria e paz é escrever. No corre-corre diário, até fico meio sufocada porque não consigo colocar alguns sentimentos, pensamentos e até ficções em textos. 
Hoje consegui sentar em frente ao computador com o intuito de contar um pouco sobre como foi a minha primeira competição internacional. Estive em São Paulo/SP dos dias 22 a 25 de abril participando do Swimming Open Championship CAIXA Loterias

Minha credencial.

Sou declaradamente uma amante de esportes. Eu amo de paixão acompanhar os eventos esportivos, seja pela televisão ou ao vivo. Mas é claro que, como atleta, eu amo bem mais competir. Sempre considerei a participação num evento internacional algo grandioso e extremamente emocionante na vida de um atleta. Eu aguardava ansiosamente que eu pudesse participar de um campeonato assim algum dia. E finalmente aconteceu! Foi mais do que lindo, minha gente. Foi memorável. Foi inesquecível. Foi totalmente incrível. O Open CAIXA desse ano reuniu mais de 500 atletas de 24 países das modalidades de natação e atletismo. Muita gente boa e raçuda buscando melhorar as suas marcas e atingir os seus objetivos. E eu fiz parte dessa gente.

Uma das fotografias mais bonitas que eu tenho nadando.
 Adorei essa foto, de verdade.
Foto tirada no aquecimento do dia 24/04, por Pedro Ernesto,
fotógrafo e pai de uma nadadora paralímpica.

A competição de natação se deu no Parque Aquático Caio Pompeu de Toledo, no Ibirapuera. Caramba, quando eu entrei no parque aquático, me arrepiei instantaneamente. Gente de diversos países num mesmo ritmo, energia e magia. Gente de diversas partes do mundo dividindo a mesma piscina e se preparando para nadarem da melhor forma que conseguissem. Aquilo já me deixou energizada. Eu entrei rapidamente no clima. Não senti o peso de ser uma novata em uma competição internacional. Foi tudo tão natural, tão tranquilo, que me senti como se já fizesse parte daquilo desde sempre. Foi adorável!

Seleção da Suécia. Todos muito queridos!

Foram três dias de competições, dos dias 23 a 25, divididos duas etapas, com semifinais e finais, com exceção do último dia, em que houve apenas uma etapa. Todas as minhas provas correram no dia 24, na sexta-feira. No dia 23, fui a piscina apenas para fazer um treino leve e sentir a piscina. Foi muito importante esse reconhecimento prévio do ambiente da competição. Já fiquei empolgada e com "sangue nos olhos" (risos). 

Foto da final dos 100m costas. Sou a primeira da direita para esquerda. Raia 8.

Na sexta, dia 24, já levantei ansiosa e com aquele já conhecido frio na barriga, o que é normal e importante para gerar uma adrenalina boa no corpo. A ansiedade em excesso é que faz mal e atrapalha terrivelmente. Nadei três provas, com um intervalo relativamente curto entre uma e outra. Foram os 50m livre, 50m costas e 100m costas. Como eu estava nadando com feras do Brasil e do mundo, não pensei que eu conseguiria avançar às finais dessas provas. Mas avancei! Não houve final dos 50m costas, prova na qual obtive a primeira colocação. Nadei as finais dos 50m livre e 100m costas, obtendo a 6ª e a 8ª colocação, respectivamente. Melhorei as minhas marcas em todas as provas que nadei, mas, obviamente, sempre fica aquela sensação de que poderia ser melhor. E será, na próxima competição. Com empenho, foco e força, mas, sobretudo, amor, chega-se longe!

Ao lado do meu anjo loiro de sorriso largo e coração enorme.

Após a competição, ainda na sexta-feira, fui convidada a ir ao Teatro Frei Caneca assistir a peça Meu Passado Me Condena, com Miá Mello e Fabio Porchat. Ri horrores. Os dois têm um entrosamento ótimo e as cenas se dão com uma naturalidade que prende facilmente o espectador. As tiradas são ótimas e fazem a plateia gargalhar e suspirar com esse casal fora do normal. Recomendo! E, caramba, imagina que esse danado do Porchat, no fim peça, pediu pra eu levantar e disse para plateia "Essa é a Erica Ferro, nadadora paralímpica, minha atleta, que ganha uma porrada de medalhas pelo Brasil. Palmas pra ela.". Cacilda! Visualiza que coisa linda ouvir aplausos por todos os cantos do teatro. Valeu DEMAIS!
Segunda vez que ele faz isso! A primeira foi no Gustavo Leite, aqui em Maceió, no ano passado. Digam-me: tem como não amar esse loiro?
Ele é ARRETADO! E esse sorriso lindo? Vale por ele e por mim, que só sorrio com o coração! Depois, fui ao camarim com a minha querida Isabella, mãe dele, dar abraços quentinhos nesse cara que eu tanto gosto.

Baita kit enviado pela ADIDAS por intermédio do Porchat.
Além de eu ter a chance de abraçá-lo por duas vezes e trocado umas palavrinhas com ele no camarim, Fabio me entregou um kit incrível enviado, em parceria, pela Adidas. Eu adorei cada peça, pois além de lindas, confortáveis e de alta qualidade, serão muito úteis nos meus treinamentos e competições. Deixo aqui o meu agradecimento a Adidas, que, através do Fabio Porchat, conheceu a minha história e aceitou me dar esse importante suporte para que eu continue trabalhando em busca da minha melhor performance.
De coração, muito obrigada a todos os envolvidos! 
  
O Open foi lindo! Agarrei-o com os dois braços,
 uma mão e um cotoco! *risos*

Guardei cada momento, alegria e aprendizado num cantinho muito especial da minha mente e do meu coração. Friso aqui que a minha participação nesse evento não seria possível sem o meu anjo loiro, o Fabio Porchat, que me dá todo o suporte para rodar esse país fazendo o que amo, que é nadar e espalhar esse amor por onde quer que eu vá. Muito obrigada, Fabio Porchat, por ser essa criatura incrível, apaixonante e apaixonada não só pelo que faz, mas também em facilitar a realização dos sonhos de outras pessoas. Você é lindo, por fora e especialmente por dentro. Sua alma é linda e sou extremamente encantada por ela! 
Isabella Robinson, você é extremamente linda e querida, assim como seu filho. Agradeço imensamente pelo carinho e tudo o que fez e faz por mim.
Stella Rossi, obrigada por ser tão querida e disposta a me ajudar em tudo o que pode. 
Diego Calado, você é o melhor técnico do mundo. Acredite nisso. Tenho um carinho e um respeito imenso por você como profissional, mas olha... como ser humano, você consegue ser ainda mais imbatível. Obrigada por estar comigo nos bons e nos maus momentos, me dando suporte técnico e humano quando eu mais preciso.

Por fim, quero agradecer aos meus familiares e amigos por sempre estarem na torcida, me incentivando e me "empurrando", no bom sentido da palavra, a evoluir não só no esporte, mas, sobretudo, na vida.
Amo vocês!

• • •
Essa é a minha fage page, na qual eu posto os meus passos na natação paralímpica e compartilho um pouco das novidades do esporte de uma maneira geral. Sintam-se à vontade para curtir e divulgar a página para quem mais tiver o interesse em curtir.
Um abraço apertado da @ericona.
Hasta la vista!

10 comentários:

  1. Oi Érica,
    Parabéns e certeza que você vai chegar aonde deseja pois você merece e muito!
    Sexto e oitavo lugar são 'baby steps' para o topo hahaha

    E o Porchat sempre um amor.

    Felicidades, Érica =D

    bjs e tenha uma deliciosa semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  2. Chorei, mas foi de alegria \o/ Erica você merece!!! Todos que estavam ai nadando merecem!!! Parabéns por suas conquistas nega \o/ Que emoção!!! O Fabio tem minha admiração e a Adidas uma cliente!

    Sucesso Erica!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, Erica! Acho que já disse umas mil vezes aqui, você merece tudo isso!
    Continue sempre batalhando pelos seus sonhos. Não é só o Fabio que acredita em você! :D
    Beijão, Ana do dia ♥

    ResponderExcluir
  4. Digaí Érica, ainda lembra de mim? Faz tempo que não venho aqui, né? Hoje decidi dar uma comparecida e ver como andam as coisas. Devo dizer que tô impressionado com a sua desenvoltura nata natação. Já sabia que tu era atleta, que competia e tudo, mas muito bom ver que muitos passos já foram dados e já tás nadando em águas internacionais. Tenho um velho amigo que também participou do Open International (Francisco, daqui do RN).

    Tu faz biblioteconomia, é? Muito bom. Eu trabalho há cerca de um ano numa biblioteca. Nada melhor. Provavelmente ficarei lá durante uns bons anos.

    Abração, bom revê-la!

    ResponderExcluir
  5. Ericona, fico feliz por sua vida de atleta está progredindo. Espero que continue crescendo cada vez mais.
    E que bom que Fábio Porchat tem essa amizade com vc. Depois de alguns relatos, assim como o seu, estou gostando mais dele.
    Sucesso!
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
  6. Parabéns por mais uma vitória e se prepare pra mais milhares que virão.
    Sinto um orgulho imenso de ti,e já te disse antes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ai, que orgulho! Fico tão feliz com seu sucesso! Que o futuro te reserve mais competições e experiências inesquecíveis! Vai com tudo, moça!

    ResponderExcluir
  8. Aah, que lindinho o Porchat E QUE MARAVILHOSA VOCÊEEEEE <3 <3 <3

    É engraçado, Ericona, porque a gente nunca nem se viu, e de vez em quando uma comenta no blog da outra, mas eu sinto que te conheço desde criança hahaha E é de longe que eu vou continuar torcendo por você, sempre e mais. És uma inspiração, cara sacudidora de palavras. *-*

    ResponderExcluir
  9. Oiee Ericona! Saudade do seu blog. Parabéns pelas conquistas e ainda mais por participar de um evento tão maravilhoso como esse. Que kit show...parabéns você merece!
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  10. Oi, Erica!
    A vida [e mesmo um emaranhado de situações... Acontece algo e as consequências são muitas, para o bem e para o mau... A boa é que aqui só acontece para o bem, mas sabe por quê? Porque o bem está em você e tudo promove para isso!!
    Eu não sabia que viria ao Rio, mas da próxima vez me avisa? Estou a menos de 200 km e para Brasil isso é nada!
    Orgulhosa de você!
    Beijus,

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?