23 junho 2013

As últimas da minha empolgante vida


Olá, pessoas! Como estão?
Sim, agora sou eu, Erica Ferro


Demorei a aparecer, né? É, amigos, a vida estava corrida, mui corrida. Lancei coisas aqui sem antes avisar que iria lançar (falo da coluna "Outros sacudidores"). Muito bem, eu iria avisar aqui no blog, mas acabou que eu não tive como blogar justamente porque a minha vida estava muito tumultuada (explicarei a seguir o que estava sugando meu tempo, e ainda está, mas agora em menor grau). Apresentei a coluna na fan page do blog, porque achei mais rápido e mais prático. Porém, para quem ainda não sabe do que se trata essa nova tag/coluna, "Outros sacudidores", do Sacudindo Palavras, eis um breve esclarecimento:
Convidarei um amigo querido (que pode ser blogueiro ou não) para postar no Sacudindo Palavras qualquer dia desses, e o tema ficará a critério do convidado. Ele receberá um convite pra ser autor do blog por um dia, blogará exibindo a sua assinatura e tudo o mais que lhe apetecer.
Gostaram da ideia? Eu achei bacana, bem bacana. É um modo de movimentar o blog, de expôr aqui outras visões além das minhas, de lhes mostrar as sacudidas de pessoas que eu gosto e admiro.
Como vocês puderam ver, já constam dois posts nessa coluna. A Joyce Carolini, do Querido Blog Meu!, foi quem inaugurou a coluna. Não poderia ter sido melhor. A Joyce é uma pessoa que eu admiro muito, tanto como blogueira/escritora/sacudidora de palavras quanto como ser humano. E ela sabe disso. Seus escritos são formados por palavras carameladas. Joyce é uma pessoa muito doce, de coração tão lindo.
Ela falou da dupla Roxette (confira clicando aqui).
Joyce, só queria dizer que estou extremamente viciada na playlist que você criou e que Roxette é quase como chiclete (rima tosca, eu sei). 
A segunda a postar foi a Tailany Costa, do Despindo Estórias; e ela falou sobre o assunto que está mexendo com a cabeça de todo mundo, que é essa gama de manifestações por todo o país (clique aqui pra ler o post).
A Tailany é outra que eu gosto imensamente. Temos conversado bem mais nos últimos tempos e sempre são conversas muito animadas, divertidíssimas e construtivas (mesmo quando falamos de "causos indecentes" *risos*).
Tailany, você é a minha querida pernambucana com "sangue nos olhos", que ama livros, assim como eu.
Enfim, moçoilas, quero agradecer a cada uma pela participação, pela vontade de querer fazer parte dessa coluna, contribuindo para a diversificação do meu humilde e querido blog. Vocês são sempre bem-vindas por aqui.

• • • 

Pronto, passadas as apresentações da coluna e os agradecimentos, voltemos a mim. Por que passei tanto tempo sem postar? O que eu estava fazendo? Não será pauta do Globo Repórter, infelizmente. Essas e outras questões serão respondidas agora:

O que eu estava fazendo:

1. Treinos:
Não sei se eu falei pra vocês nos meus últimos posts que tinha voltado a treinar todos os dias. Se eu não disse, digo agora: há um bom tempo que voltei a treinar todos os dias. Aliás, há meses. Treino todos os dias pela manhã (algumas vezes, raras, pela tarde). Se por um lado isso me deixa muito feliz, me tira um tanto da ansiedade e dos sentimentos ruins, por outro, me consome um bocado de energia. Almoço assim que saio da piscina e volto pra casa. Como é o meu estado ao chegar em casa? Um pouco lascado, quero dizer, meu corpo está um tanto cansado. 

2. Lendo e fichando mil e uma coisa do curso de Biblioteconomia:
Sim, chegava do treino, procrastinava um pouquinho e começava a ler as leituras semanais e a fichá-las. Isso durava a tarde toda (e, na maioria das vezes, não conseguia terminar o fichamento de nenhuma leitura). Toda tarde, de segunda a sexta. Ler, sem dúvida, era a parte mais fácil, mas os fichamentos eram a parte mais trabalhosa da coisa (especialmente quando eu tive que fichar um livro; mas deu tudo certo no fim das contas). Ou seja, saía de manhã pra treinar, e já chegava em casa com o nível de energia pela metade e passava a tarde tentando ler e fichar trocentas leituras.

3. Aulas na UFAL:
Depois de treinar pela manhã, passar a tarde com "a cara nos livros", chegava a hora de ir pra UFAL. Estudo das 19:00 às 22:00 (ou quase isso, depende da aula). A parte mais gostosa do dia, claro, é a parte do treino, mas a segunda mais gostosa é a que passo na UFAL. Tenho gostado bastante do curso de Biblioteconomia. Eu já sabia que ia gostar, mas o curso excedeu algumas das minhas expectativas e ampliou outras. Estou, simplesmente, amando fazer parte da família Biblio/UFAL! 
3.1. Resumo de como eram os meus dias: cansativos, mas bons (treinos); enfadonhos e cansativos (escrever trocentos fichamentos); cansativas mas boas (aulas à noite). Se bem que, depois que passa a fase de fazer fichamentos, se percebe o quanto foi útil fazê-los, porque fichar é uma maneira muito eficaz de fixar o assunto na nossa mente. Foram leituras muito construtivas, esclarecedores e que me fizeram ver a Biblioteconomia e a Ciência da Informação por vários ângulos, de uma maneira verdadeiramente vasta. Foi, verdadeiramente, enriquecedor. 
3.1.1. O que eu preciso dizer: não, não estou de férias. Mas o meu querido professor de Introdução à Biblioteconomia e à Ciência da Informação nos deu "férias" dos fichamentos por enquanto, para que pudéssemos estudar para a prova, que será no dia 05/07, se não me falha a memória. É por isso que estou tendo tempo para respirar melhor, pensar em outras coisas, ler um pouco mais dos meus queridos livros. E, claro, pensar em posts para os blogs dos quais faço parte  (em especial, o meu, o Sacudindo Palavras).

O que eu tenho feito nos últimos dias:

1. Eu iria dizer "treinar, mas...":
Não que eu não esteja mais treinando. Eu estou. Eu estava. Quer dizer, semana passada foi meio complicada porque precisei faltar treino na terça e na quinta. E na sexta. Por quê? Porque estou doente, desde sexta-feira. É, gripada, resfriada, com virose... Sei lá o que eu tenho. Sei que meu nariz está mais congestionado do que o trânsito de São Paulo. Só sei que me sinto tonta na maioria do dia por causa da respiração que está prejudicada. Só sei que meus músculos doem intensamente. Só sei que pensei que fosse desmaiar na sexta-feira, quando me senti realmente tonta, realmente moída e realmente gripada. E, na sexta, acordei pretendendo treinar, tanto que arrumei a mochila, tomei banho "pra tirar a 'nhaca' da dor muscular", mas não teve jeito. Estava realmente me sentindo mal e decidi ficar em casa mesmo. Tomei a decisão certa, porque passei o resto do dia mal, com febre, dor no corpo e espirrando muito. Ontem o dia foi igualmente doloroso (fisicamente falando), com um tantinho de melhora, apenas. Hoje eu me sinto melhor, não muuuuuito melhor, mas melhor do que ontem. Espero ficar boa logo, porque preciso voltar a nadar. Para mim, ficar longe das piscinas é difícil e deprimente. E vocês sabem, não vivo bem e feliz sem a minha querida natação.

2. O que mais eu estou fazendo:
Passei as últimas duas semanas meio preguiçosa. Pra tudo: ler, assistir seriados, filmes etc. Menos pra nadar, claro. Mas enfim... procrastinei todo o resto. Andava, e ainda ando um pouco, sem ânimo pra colocar as minhas séries e a minha leitura em dia. Sabe quando você quer fazer uma coisa, mas parte do seu corpo quer ficar inerte? Pronto, assim estava e ainda estou um pouco eu. 

3. O que eu pretendo fazer:
Primeiro, me curar dessa gripe/resfriado/virose/sei lá o que é isso. Segundo, dar uma "voadora" e, em seguida, uma "rasteira" nesse desânimo que se apossou do meu corpitcho. Quero ler mais (principalmente os livros que recebi da Novo Conceito - já chegaram mais de vinte -, os que que quero pegar na Biblioteca Central da UFAL... Aliás, peguei dois há uns dias na BC: Bagagem, da Adélia Prado - profundo, intenso, metafórico e lindamente poético -, e Apresentação da Filosofia, do André Comte-Sponville, que ainda estou lendo e é profundo e extremamente reflexivo, e uns e-books que tenho no computador e no celular. Sim, amigos, tenho muito pra ler). Quero me atualizar nos seriados que acompanho. Quero ver os muitos filmes que baixei e alguns que comprei. E, principalmente, quero blogar mais. Bem mais. Eu estou em dívida com vocês com relação a postar resenhas e lançar sorteio dos livros da Novo Conceito, mas agora que as coisas na UFAL deram uma certa aliviada, creio que poderei ler mais e em breve serão postadas resenhas, sorteios, etc. Eu sei que já disse isso antes, mas espero poder cumprir dessa vez. E, sabe, não é bem só isso, isso de estar em falta com vocês. Eu me sinto em falta comigo mesma. Não gosto de ficar sem ler, não gosto de ficar sem assistir meus seriados, não gosto de ficar sem fazer as coisas que me proporcionam momentos de lazer e prazer. Contudo, a minha vida ficou bem tumultuada nas últimas semanas e meus gostos não foram respeitados em decorrência da falta de tempo e do cansaço, também. Espero, de coração, que agora eu consiga fazer tudo que curto fazer, que me sobre tempo para alegria e o lazer (olha eu rimando toscamente aí, gente! *risos*).

• • • 
Considerações finais: esse post foi feito especialmente para dizer "olá, pessoas; sim, estou viva e bem, apesar dos pesares", contar sobre como tem sido a minha vida e o que eu pretendo fazer daqui pra frente. Um post exclusivamente para registrar as últimas da minha vida super empolgante. Em breve, voltarei com um post decente.
Agradeço a todos que passam por aqui, leem, comentam, compartilham (d)as minhas ideias etc.
A blogosfera é linda e eu preciso voltar a fazer parte dela de maneira mais efetiva.
(...)
Curtam a fan page do blog e sigam o perfil do blog no Twitter.
Um abraço da @ericona.
Hasta la vista!

8 comentários:

  1. Sua linda, dê o jiraya nessa virose, vá. Fique boa logo e faça tudo que der pra fazer, mas não se cobre tanto. ^^
    E obrigada pelas palavras, fico muito feliz de ser tua amiga, viu? Só não precisava falar das indecências, eu ia continuar me fingindo de inocente. hahaha só que não.
    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  2. Poxa, sua vida anda beem agitada. Agora tá explicado porque até do twitter a senhorita sumiu, haha! Mas deve ser tão bom fazer o que a gente gosta (no caso, treinar/ler). E a nova coluna do blog é um ahazo, parabéns pela ideia ;)

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  3. Melhoras na gripe ai e quanto os mil afazeres ja ja vem a recompensa.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Quando se trata do curso da faculdade todo o tempo gasto nisso vale a pena no final. rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá minha flor! Que saudade de você. Sumiu mesmo, mas não é por menos,né? Estava muito atarefada. Esse curso que você está fazendo deve ser muito bom. Quero ver as resenhas da Novo Conceito por aqui em breve,hein? Desejo melhoras para se curar logo da gripe.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  6. Procrastinação é o meu segundo nome. --'Passei os últimos dias na mesma inercia que você, devia ter feito um monte de coisas que agora vou precisar fazer as pressas já que joguei fora todo o meu tempo.
    "A blogosfera é linda e eu preciso voltar a fazer parte dela de maneira mais efetiva." Exatamente o que tenho pensado ultimamente.
    Desejo melhoras e que volte a fazer tudo o que você tanto gosta com energia renovada.
    Beijos,
    L.
    http://ideias-defenestradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Érica finalmente você de volta, que felicidade, adorei a coluna com novos escritores, muito bom pra conhecer postagens de outros autores! Nossa amiga vida corrida mesmo, é o que eu diga, também ando assim, não treinando como você (inveja boa) mas vou casar e tenho tanta coisa pra resolver justo agora que só falta 3 meses, beeijinhooooooos e estava com saudades

    ResponderExcluir
  8. Oi Érica, quanto tempo não venho por aqui, mas adorei saber que além de estar com a vida movimentada tem movimentado também o blog.
    Parabéns.

    ResponderExcluir

Fico feliz que tenha visitado o Sacudindo Palavras! Sempre que sentir saudade, volte. Será muito bem-vindo (a).

E então, quais as palavras que você irá sacudir?